Aichi, Gifu e Mie: aplicação das medidas prioritárias

Além dos pedidos aos cidadãos, os governos locais pedem aos donos dos estabelecimentos que servem drinks para fechar mais cedo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Grupo pequeno fazendo um brinde (Pixabay)

O governo aprovou na quarta-feira (19) a aplicação das medidas prioritárias para evitar a propagação da infecção pelo coronavírus em 13 províncias, no período de 21 de janeiro a 13 de fevereiro. Nessas foram incluídas Aichi, Gifu e Mie.

Publicidade

Os pedidos em comum são reforçar os cuidados preventivos, evitar se deslocar para outra província sem necessidade ou urgência e que ao saírem para jantar fora ou beber, que seja em grupo pequeno de 4 pessoas.

Aichi 

Em relação à aplicação das medidas prioritárias, o governo local decidiu que será em todas as cidades, exceto em Shitara, Toei e Toyone, onde o número de novos casos é zero na sexta onda.

Servir ou não bebidas alcoólicas nos estabelecimentos vai depender se tem o certificado Aichi Standard. Os que possuem podem servir mas devem fechar às 20h.

Os que não são certificados não podem servir e devem fechar no mesmo horário. Em ambos os casos o governo pagará uma compensação.

Gifu

O governo de Gifu solicita aos restaurantes e bares de toda a província que reduzam o horário comercial, para fechar às 20h e que parem de servir bebidas alcoólicas.   

Mie

O alvo de aplicação é limitado às cidades com elevado número de casos de infecção pelo coronavírus, como Tsu, Yokkaichi, Kuwana, Matsusaka, Ise, Suzuka e outras, no total de 12.

Aos estabelecimentos que servem drinks com álcool há solicitação para encerrar o expediente mais cedo, às 20h ou 21h, dependendo se é certificado ou não.

Os que optarem por fechar às 20h não poderão servir bebidas alcoólicas. 

Fontes: CTV e Nagoya TV 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Carteiro é preso por jogar fora 7 mil correspondências

Publicado em 19 de janeiro de 2022, em Sociedade

Dentre as correspondências descartadas estavam cupons de vacina da covid-19.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Um carteiro de Osaka foi preso por ter descartado cerca de 7 mil itens postais, incluindo cupons de vacina da covid-19, disse a unidade de Kuroyama da polícia da província na terça-feira (18).

Publicidade

A polícia prendeu Yasuyuki Hara, de 20 anos, funcionário da filial de Mihara dos correios que mora na cidade de Tondabayashi, pela suspeita de violar a Lei Postal.

Hara teria admitido as acusações dizendo, “joguei as correspondências fora porque eu não ia conseguir entregar todas”.

Dentre os itens postais descartados estavam cupons de vacina da covid-19. Separadamente, cerca de 4 mil itens foram encontrados em sua casa.

O carteiro é acusado especificamente por descartar cerca de 7 mil itens em 13 sacolas de plástico em uma área florestal no bairro de Mihara em Sakai na tarde de domingo (16).

De acordo com a polícia, um homem que estava caminhando pela área viu Hara jogando as sacolas e ligou para as autoridades.

“Em novembro do ano passado comecei a trazer os itens para casa que eu não consegui entregar. Essa foi a primeira vez que eu os descartei. O trabalho de entrega não é para mim”, disse o carteiro.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância