Casos de ômicron entre crianças aumentam no Japão e no exterior

Casos reportados da variante ômicron do coronavírus em crianças e jovens no Japão e no exterior aumentaram acentuadamente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A ômicron parece causar casos menos severos em crianças, assim como em adultos (ilustrativa/banco de imagens)

Houve um aumento acentuado em casos reportados da variante ômicron do coronavírus em crianças e jovens no Japão e no exterior.

Publicidade

Embora os sintomas sejam menos severos, especialistas alertam que a ômicron deve ser levada mais a sério.

De acordo com a Academia Pediátrica Americana, o número de crianças de 14 a 20 anos – a definição de crianças varia pelos estados – infectadas nos EUA aumentou 69%, para cerca de 980 mil, no período de 7 dias entre 7 e 13 de janeiro em comparação à semana anterior.

No Reino Unido, o número de novas internações de crianças com idade igual ou inferior a 5 anos ultrapassou 30 por dia no início deste mês, cerca do triplo do número no fim do ano.

O número de casos entre jovens com idade igual ou inferior a 19 anos foi de 2.296 em Tóquio no domingo (23), alta de 287 vezes a partir de 8 em 1º de janeiro.

A ômicron parece causar casos menos severos em crianças, assim como em adultos. Experimentos em animais mostram que ela tem maior probabilidade de afetar o nariz e garganta e menor possibilidade os pulmões em comparação com a delta.

Em casos raros, crianças com sintomas severos similares àqueles da doença de Kawasaki foram reportadas de 2 a 6 semanas após infecção pelo coronavírus nos EUA e Europa, embora a frequência de tais sintomas com a ômicron ainda seja desconhecida.

Fonte: Yomiuri

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Covid-19: França torna obrigatório passaportes de vacina

Publicado em 25 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

Resultados de teste negativo não são mais aceitos. Passaportes de vacina são exigidos em restaurantes e bares.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Passaportes de vacina são exigidos em estabelecimentos que servem comida (NHK)

As pessoas França agora precisam apresentar prova de que foram vacinadas contra covid-19 para entrar em bares e restaurantes. Isso se deve à nova lei que entrou em vigor na segunda-feira (24).

Publicidade

Resultados de teste negativo não são mais aceitos. Passaportes de vacina são exigidos em estabelecimentos que servem comida e instalações de entretenimento. Eles também são necessários para transporte inter-regional.

As pessoas podem baixar os passes em seus smartphones e então usar seus códigos QR para entrar nas instalações.

As infecções por covid-19 estão agora em tendência de queda na capital Paris, mas a França tem registrado mais de 300 mil casos diariamente neste mês.

O presidente Emmanuel Macron criticou pessoas não vacinadas. Ele disse que elas estão desenvolvendo casos severos de covid-19 e fazendo com que os hospitais fiquem sobrecarregados.

O governo francês tem a esperança de que a obrigatoriedade do passaporte de vacina leve mais pessoas a se vacinarem.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância