Companhia aérea australiana anuncia mais um voo ultralongo para os EUA

De Melbourne a Dallas em 17 horas: Qantas anuncia o mais recente voo ultralongo com destino aos EUA.

Aeronaves da Qantas (banco de imagens)

Como as viagens globais continuam a reabrir em 2022, em breve haverá uma outra adição à lista de “voos mais longos do mundo” – uma rota direta entre Melbourne, na Austrália, e o Aeroporto Internacional Dallas-Fort Worth operada pela Qantas.

Publicidade

A companhia aérea australiana, que tem o apelido de “canguru voador”, anunciou que a nova rota começará a operar em 2 de dezembro de 2022 e será atendida pela Boeing 787 Dreamliners.

Embora a Qantas ofereça vários voos de longa distância com destino aos EUA, essa é a primeira vez na história que uma companhia aérea comercial organizou uma jornada sem paradas entre Dallas e Melbourne.

A Austrália começou a reabrir suas fronteiras gradualmente a viajantes internacionais completamente vacinados em fevereiro.

Atualmente, o voo de passageiros mais longo do mundo é conduzido entre Singapura e o Aeroporto John F. Kennedy pela Singapore Airlines. Ele cobre aproximadamente 15.343 quilômetros e passa cerca de 18 horas no ar.

Fonte: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Apple cortará produção de iPhones e AirPods em meio à incerteza da guerra na Ucrânia

Publicado em 28 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A guerra na Ucrânia está causando turbulência na rede de fornecimento e ameaçando a demanda para a indústria eletrônica de consumo.

Vários iPhones (ilustrativa/banco de imagens)

A Apple planeja fabricar cerca de 20% menos iPhones SE no próximo trimestre do que o originalmente planejado, em um dos primeiros sinais de que a guerra na Ucrânia e inflação ameaçadora começaram a prejudicar a demanda na indústria eletrônica do consumidor, disseram ao site Asia Nikkei fontes com conhecimento do assunto.

Publicidade

A empresa da maçã lançou o iPhone SE como seu primeiro telefone barato com capacidade 5G há menos de 3 semanas, mas agora está dizendo a vários fornecedores que ela visa reduzir os pedidos de produção em cerca de 2 milhões para 3 milhões de unidades no trimestre, citando demanda mais fraca do que a esperada, disseram quatro pessoas ao Asia Nikkei.

A gigante tecnológica dos EUA também reduziu pedidos para seus AirPods em mais de 10 milhões de unidades para todo o ano de 2022, visto que a companhia previu demanda branda e quis reduzir o nível de estoques.

Essas medidas pela compradora mais poderosa de chips e componentes do mundo destacam a pressão crescente sobre a indústria tecnológica após o início da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Vários governos, desde EUA e União Europeia ao Japão, Coreia do Sul e Taiwan, impuseram sanções econômicas contra a Rússia por ter invadido a Ucrânia, e a rede de fornecimento foi prejudicada pela crise nos mercados de petróleo, energia e matérias-primas.

Os riscos de inflação se acrescentam ainda mais ao custo de vida das pessoas e criam preocupações sobre a demanda por produtos eletrônicos do consumidor.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Aprenda NIHONGO com o Kumon!