Rússia bombardeia áreas na Ucrânia onde prometeu reduzir ataques

A Rússia bombardeou áreas em torno de Kiev e uma outra cidade poucas horas após ter prometido reduzir as operações militares nesses lugares.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio residenciais destruídos após bombardeio no distrito de Podilskyi em Kiev, 18 de março de 2022 (banco de imagens)

Forças russas bombardearam áreas em torno de Kiev e uma outra cidade poucas horas após terem prometido reduzir as operações militares nesses lugares a fim de ajudar as negociações, disseram autoridades ucranianas na quarta-feira (30).

Publicidade

O bombardeio – e ataques russos intensificados em outras partes da Ucrânia – diminuíram o otimismo em relação a qualquer progresso nas negociações destinadas a encerrar a guerra.

O anúncio das forças armadas russas na terça-feira (29) de que reduziria de forma drástica as operações militares na capital e em Chernihiv para “aumentar a confiança mútua” foi respondido com profunda suspeita do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky e do Ocidente.

Logo depois, autoridades ucranianas reportaram que a Rússia bombardeou casas, bibliotecas e outros locais civis dentro e em torno de Chernihiv e a periferia de Kiev. Tropas russas também aumentaram seus ataques em torno da cidade de Izium, no leste do país, e na região de Donetsk, após redistribuir unidades de outras áreas, disse o lado ucraniano.

Olexander Lomako, secretário do conselho da cidade de Chernihiv, disse que o anúncio russo resultou em uma “completa mentira”.

Em 5 semanas da invasão que deixou milhares de mortos em ambos os lados, o número de ucranianos que fugiu do país passou de 4 milhões, metade deles crianças, de acordo com as Nações Unidas.

Após o anúncio do Kremlin de que reduziria suas operações militares, Zelensky reagiu dizendo que quando lidar com os russos “você pode apenas confiar em resultados concretos”.

Essa avaliação foi apoiada por Biden e o vice-primeiro-ministro britânico Dominic Raab.

Fonte: Japan Today

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Carro cai no mar e dois foram encontrados mortos

Publicado em 31 de março de 2022, em Acidentes

Os policiais estavam procurando por um jovem quando encontraram um carro caído nas águas do porto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Carro sendo retirado do mar (Toyama TV)

Por volta das 7h de quarta-feira (30), a polícia encontrou um carro afundado no mar, do porto de pesca de Himi, na cidade homônima (Toyama), o qual foi retirado pelos policiais e bombeiros.

Publicidade

Dentro do carro foram encontrados dois japoneses residentes na cidade, sendo um pescador, 石出憲仁, 22, dono do veículo, e seu amigo 竹本流星, 18, recém-formado no colegial. Embora tenham sido levados para o hospital, foram dados como mortos, cuja causa foi por afogamento.

De acordo com a polícia, na manhã desse dia um dos familiares de Takemoto ligou informando que o filho saiu de casa após a meia-noite e não voltou. Assim, os policiais estavam procurando por ele quando viram o carro no mar.  

Pelo modo como o carro guinchado estava, com a parte frontal destruída, a polícia suspeita que o carro estava correndo de norte a sul na via lateral do quebra-mar, mas não conseguiu fazer a curva à direita, ultrapassando um aterro de 1,10 metro de altura, por estar em alta velocidade.  

Frente destruída (Toyama TV)

Fontes: ANN e Toyama TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência