Faturas de energia elétrica e gás de maio com novo aumento

A tarifa da energia elétrica será a mais cara dos últimos 5 anos. O gráfico mostra o quanto pesa no bolso do consumidor.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Gás de cozinha (Pixabay) e luminária (Pixahive)

As tarifas de energia elétrica e gás vem subindo mensalmente e as companhias fornecedoras já anunciaram que em maio terá novo aumento. Assim, os consumidores pagarão a fatura de energia elétrica mais cara dos últimos 5 anos.

Publicidade

Isso é consequência do aumento dos preços do gás liquefeito natural e do carvão, por causa da tensão na Ucrânia.

As 10 maiores empresas fornecedoras de energia elétrica anunciaram os aumentos: ¥146 da TEPCO, ¥138 da Chubu Electric Power, ¥105 da Tohoku e ¥57 da Hokkaido. As demais só reajustarão 24 ienes, referentes à taxa da energia renovável.

Gráfico dos aumentos de preços de uma residência padrão da jurisdição da TEPCO (NHK)

Como os aumentos sempre ficam na casa de centenas de ienes, a impressão é de que não afeta o orçamento doméstico. Mas, ao analisar as faturas médias de uma casa padrão na jurisdição da TEPCO, desde maio do ano passado, é possível ver o quanto vem subindo. Se há um ano se pagou 6.822 ienes, em maio deste ano a fatura será de 8.505 ienes.

Em relação ao gás, as 4 maiores companhias informaram que o aumento será na faixa de 68 a 93 ienes, e é pelo nono mês consecutivo.

Fontes: NHK e FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Rússia bombardeia áreas na Ucrânia onde prometeu reduzir ataques

Publicado em 31 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A Rússia bombardeou áreas em torno de Kiev e uma outra cidade poucas horas após ter prometido reduzir as operações militares nesses lugares.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio residenciais destruídos após bombardeio no distrito de Podilskyi em Kiev, 18 de março de 2022 (banco de imagens)

Forças russas bombardearam áreas em torno de Kiev e uma outra cidade poucas horas após terem prometido reduzir as operações militares nesses lugares a fim de ajudar as negociações, disseram autoridades ucranianas na quarta-feira (30).

Publicidade

O bombardeio – e ataques russos intensificados em outras partes da Ucrânia – diminuíram o otimismo em relação a qualquer progresso nas negociações destinadas a encerrar a guerra.

O anúncio das forças armadas russas na terça-feira (29) de que reduziria de forma drástica as operações militares na capital e em Chernihiv para “aumentar a confiança mútua” foi respondido com profunda suspeita do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky e do Ocidente.

Logo depois, autoridades ucranianas reportaram que a Rússia bombardeou casas, bibliotecas e outros locais civis dentro e em torno de Chernihiv e a periferia de Kiev. Tropas russas também aumentaram seus ataques em torno da cidade de Izium, no leste do país, e na região de Donetsk, após redistribuir unidades de outras áreas, disse o lado ucraniano.

Olexander Lomako, secretário do conselho da cidade de Chernihiv, disse que o anúncio russo resultou em uma “completa mentira”.

Em 5 semanas da invasão que deixou milhares de mortos em ambos os lados, o número de ucranianos que fugiu do país passou de 4 milhões, metade deles crianças, de acordo com as Nações Unidas.

Após o anúncio do Kremlin de que reduziria suas operações militares, Zelensky reagiu dizendo que quando lidar com os russos “você pode apenas confiar em resultados concretos”.

Essa avaliação foi apoiada por Biden e o vice-primeiro-ministro britânico Dominic Raab.

Fonte: Japan Today

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência