Toyota suspende produção de veículos na Rússia

As ações da Toyota ocorrem enquanto várias companhias começam a abandonar a Rússia após ela invadir a Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Toyota também suspendeu exportações para a Rússia (banco de imagens)

A Toyota suspenderá a produção de automóveis na Rússia a partir de sexta-feira (4), visto que ela tem dificuldades em adquirir peças do exterior em meio a sanções contra o país.

Publicidade

A principal montadora do Japão disse na quarta-feira (3) que também suspendeu exportações para a Rússia, citando interrupções das redes de fornecimento.

Líder no mercado de automóveis da Rússia, a Toyota produziu cerca de 800 mil veículos no ano passado em sua planta de São Petesburgo no oeste do país, incluindo o SUV RAV4 e o sedan Camry. As operações nessa planta dependem de aproximadamente 40% de componentes importados.

As vendas de veículos continuarão até os estoques se esgotarem. A Toyota continuará a oferecer manutenção e outros serviços na Rússia.

As ações da Toyota ocorrem enquanto um crescente número de companhias começaram a abandonar a Rússia após ela invadir a Ucrânia.

Fonte: Asia Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Assembleia-Geral da ONU aprova resolução deplorando a Rússia

Publicado em 3 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A votação após 3 dias de reunião na assembleia extraordinária da ONU, 141 países votaram a favor da paz na Ucrânia, exigindo que a Rússia pare com o ataque.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

Depois de três dias de discursos na Assembleia-Geral da ONU-Organização das Nações Unidas, em reunião especial de emergência, em defesa da paz e segurança, o resultado na quarta-feira (2) foi a aprovação de uma resolução deplorando a Rússia pela invasão da Ucrânia.

Foram 141 votos a favor, incluindo Japão e Estados Unidos; 35 abstenções e 5 contra. Entre os países contra estão Rússia, Bielorrússia e Síria. Os que se abstiveram de votar foram China, Cuba, Irã, Iraque, Paquistão, Vietnã, além de outros, muitos da África.

Escolheram o lado certo da história

“Louvo a aprovação pela Assembleia Geral da ONU com uma maioria sem precedentes de votos da resolução com uma forte exigência a Rússia para que pare imediatamente o ataque traiçoeiro a 🇺🇦. Sou grato a todos e a todos os Estados que votaram a favor. Escolheram o lado certo da história”, publicou o presidente Volodymyr Zelensky no Twitter.

Essa resolução não é juridicamente vinculativa mas acentua o isolamento da Rússia pelos Estados membros da ONU.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse: “O território e a soberania da Ucrânia devem ser respeitados de acordo com a Carta das Nações Unidas. Não há mais tempo. Faremos o possível para iniciar imediatamente as negociações para a paz“.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância