Homem armado e barricado se matou 4 horas depois

Primeiro feriu a sua amiga e depois se matou com uma arma de caça.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Rússia está usando ‘golfinhos espiões’ para proteger sua base naval no Mar Negro

Publicado em 29 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

Dois compartimentos de golfinhos foram movidos para a base do porto de Sevastopol em fevereiro deste ano, concluiu a revisão do Instituto Naval dos EUA.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Rússia tem histórico de treinar golfinhos para propósitos militares (ilustrativa/banco de imagens)

A Rússia utilizou golfinhos treinados militarmente em sua base naval no Mar Negro, possivelmente para proteger suas frotas de um ataque subaquático, de acordo com uma nova análise de imagens de satélite.

Publicidade

O Instituto Naval dos EUA (USNI) revisou imagens de satélite da base naval do porto de Sevastopol e concluiu que dois compartimentos de golfinhos foram movidos para a base em fevereiro deste ano, no início da invasão da Ucrânia por Moscou.

A Rússia tem um histórico de treinar golfinhos para propósitos militares, usando o mamífero aquático para recuperar objetos ou deter mergulhadores inimigos.

A base naval de Sevastopol é crucial para as forças armadas russas, visto que ela fica situada no extremo sul da Crimeia anexada em 2014.

De acordo com análise do USNI, muitos dos navios russos ancorados no local, enquanto fora do alcance de mísseis, estão potencialmente vulneráveis a ataques submarinos.

Dois compartimentos de golfinhos foram movidos para a base em fevereiro deste ano (Maxar)

Durante a Guerra Fria, tanto os EUA quanto a União Soviética desenvolveram o uso de golfinhos cujas capacidades de ecolocalização permitiam que eles detectassem objetos subaquáticos como minas.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência