Netflix perde assinantes pela primeira vez em 10 anos

A Netflix citou inflação, guerra na Ucrânia e competição feroz para a perda de assinantes pela primeira vez em mais de uma década.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Netflix prevê perdas ainda maiores de assinantes (banco de imagens)

A Netflix disse que a inflação, a guerra na Ucrânia e competição feroz contribuíram para uma perda de assinantes pela primeira vez em mais de uma década e previu perdas ainda maiores, marcando uma mudança abrupta em fortuna para uma companhia de streaming que prosperou durante a pandemia.

Publicidade

A companhia disse que perdeu 200 mil assinantes no primeiro trimestre, ficando muito longe de sua previsão de adicionar 2,5 milhões de usuários.

A suspensão de serviços na Rússia após a invasão da Ucrânia também a prejudicou, resultando na perda de 700 mil assinantes.

As ações da empresa despencaram 26% no mercado de capitais americano na terça-feira (19) e apagou US$40 bilhões de seu valor de mercado acionário.

O lento crescimento de assinantes está levando a Netflix a considerar uma versão mais barata do serviço com anúncios, citando o sucesso de ofertas similares das rivais HBO Max e Disney+.

“Aqueles que têm seguido a Netflix sabem que tenho sido contra a complexidade de propagandas, e um grande fã da simplicidade de assinatura”, disse o CEO da Netflix, Reed Hastings. “Mas, por mais que eu seja fã disso, sou um fã maior de escolha do consumidor”.

A Netflix ofereceu uma previsão sombria para o trimestre de primavera, projetando que perderia 2 milhões de assinantes apesar do retorno da série “Stranger Things” e “Ozark” e a estreia do filme “The Gray Man”.

Fonte: Finance Yahoo

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Moeda japonesa continua ainda mais desvalorizada na quarta-feira

Publicado em 20 de abril de 2022, em Economia

A diferença desde o começo de março até quarta-feira chegou a 15 ienes, muito significativo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

10 dólares e 1.293 ienes (PM)

No mercado de câmbio de Tóquio, o dólar está cada vez mais valorizado. Na manhã de quarta-feira (20) a taxa de câmbio chegou a 129,31 ienes. 

Publicidade

Seguiu a tendência do mercado de Nova Iorque, de terça-feira (19), quando o dólar americano foi negociado a 129,28 ienes. 

No mercado externo na manhã do dia 20, com a alta das taxas de juros de longo prazo nos Estados Unidos, o movimento de compra de dólares com rendimentos mais altos e venda de ienes se fortaleceu, e o câmbio do iene caiu para o patamar de 129.

Fazia 20 anos exatamente que o Japão não tinha essa desvalorização, desde abril de 2002. Até a primeira quinzena de março deste ano, o dólar estava na faixa dos ¥115, mas em pouco mais de um mês, a diferença negativa chegou a 15 ienes.

“As taxas de juros de longo prazo do país atingiram o limite superior da faixa de flutuação mostrada pelo Banco do Japão ontem, e a atenção está focada em saber se ele tomará medidas para comprar uma grande quantidade de títulos do governo em para conter o aumento das taxas de juros”, analisou uma fonte do mercado.   

Fontes: NHK e JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência