Angelina Jolie vai a Lviv na Ucrânia e visita vítimas da guerra

A atriz americana Angelina Jolie, de 46 anos, é uma enviada especial da agência de refugiados das Nações Unidas.

A atriz americana Angelina Jolie visitou Lviv como enviada especial da agência de refugiados das Nações Unidas (banco de imagens)

A atriz de Hollywood, Angelina Jolie, visitou a cidade ucraniana de Lviv no sábado (30), aparecendo em um café e indo até a estação de trem para se encontrar com algumas pessoas deslocadas pela guerra com a Rússia.

Publicidade

Jolie, de 46 anos, é uma enviada especial da agência de refugiados das Nações Unidas, a qual diz que mais de 12,7 milhões de pessoas haviam fugido de suas casas nos últimos 2 meses, o que representa cerca de 30% da população da Ucrânia pré-guerra.

Durante sua visita à estação, Jolie se encontrou com voluntários trabalhando com as vítimas da guerra, os quais disseram à ela que cada um dos psiquiatras em serviço falavam com cerca de 15 pessoas por dia. Muitos daqueles na estação são crianças com idade entre 2 e 10 anos, de acordo com voluntários.

“Elas devem estar em choque… Eu sei como o trauma afeta crianças”, disse Jolie.

Em um ponto durante sua visita à estação, ela fez cócegas em uma pequena menina vestida de vermelho, a qual riu. Ela também posou para fotos com voluntários e algumas das crianças.

No mês passado, em seu papel como enviada especial, Jolie visitou o Iêmen, onde milhões de pessoas foram deslocadas pela guerra.

Fonte: Channel News Asia

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Guerra na Ucrânia: jornalista morre em ataque a Kiev

Publicado em 30 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

Vyra Hyrych estava em casa quando um míssil atingiu o prédio residencial onde ela morava na capital Kiev.

Kiev foi atingida por mísseis russos na quinta-feira, 28 de abril (NHK)

Uma jornalista que trabalhava para a Radio Liberty na Ucrânia morreu durante ataques de mísseis em Kiev na noite de quinta-feira (28), confirmou a estação.

Publicidade

Vyra Hyrych estava em casa quando um míssil atingiu o prédio residencial onde ela morava na capital, diz a Radio Liberty. Seu corpo foi retirado dos escombros na sexta-feira (29).

Ela “será lembrada pelo profissionalismo e dedicação para nossa missão”, disse a estação financiada pelos EUA.

Kiev foi atingida quando o secretário-geral das Nações Unidas António Guterres estava visitando a cidade.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensku acusou o Kremlin de tentar humilhar as Nações Unidas, enquanto o prefeito de Kiev, Vitaliy Klitschko, disse que o líder russo havia mostrado “o dedo do meio” para Guterres.

Hyrych morava no prédio de 25 andares no distrito de Shevchenkivskyi de Kiev que foi atingido pelo míssil russo na quinta-feira.

Vyra Hyrych (Facebook)

O prédio pegou fogo imediatamente e os primeiros andares ficaram parcialmente destruídos, disseram serviços de emergência da Ucrânia. Dez pessoas ficaram feridas.

Hyrych, que nasceu em 1967, se juntou ao escritório de Kiev da Radio Liberty em 2018. Ela também trabalhava na estação como produtora.

A Radio Liberty, também conhecida como Radio Free Europe, é uma organização financiada pelo governo dos EUA que transmite notícias em áreas de onde  a liberdade de imprensa pode estar restrita ou ainda não estabilizada.

A União Nacional de Jornalistas da Ucrânia diz que 23 profissionais da mídia, tanto ucranianos como estrangeiros, foram mortos desde a invasão russa em 24 de fevereiro.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!