Passageira tetraplégica é deixada dentro de avião por mais de 1 hora e meia

Victoria Brignell foi deixada dentro de um avião por mais de 1 hora e meia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Victoria Brignell, na imagem acima, foi deixada no avião por mais de 90 minutos (Twitter/@soniasodha)

O Aeroporto de Gatwick, no Reino Unido, pediu desculpas a uma mulher deficiente que foi deixada dentro de um avião por mais de 1 hora e meia após ele ter aterrissado.

Publicidade

De acordo com Victoria Brignell, que é tetraplégica, inicialmente disseram à ela que levaria 50 minutos para ajudá-la a deixar a aeronave.

O Aeroporto de Gatwick descreveu o tratamento dado à Brignell como “inaceitável”.

“Eu reservei a ajuda com 3 meses de antecedência, eles sabiam que eu estava vindo, e eu os lembrei há duas semanas e mesmo assim não recebi o serviço que eu esperava receber”.

A amiga dela, Sonia Sodha, tuitou uma foto de Brignell no avião.

“Eu não posso usar meus braços ou pernas. Para desembarcar eu preciso que duas pessoas me tirem da poltrona e me coloquem em uma cadeira de rodas estreita especialmente projetada para me empurrar pelo corredor para sair do avião, e me posicionarem na minha cadeira de rodas lá fora”.

“Minha cadeira de rodas chegou prontamente, mas as pessoas que supostamente me ajudariam a sair do avião não apareceram, elas estavam ocupadas em algum outro lugar”.

Bringnell disse que funcionários da British Airways a tiraram do avião e ela recebeu um pedido de desculpas do Aeroporto de Gatwick pelo Twitter, mas ela planeja apresentar uma queixa formal.

O aeroporto disse que iniciaria uma investigação sobre por que Brignell foi deixada dentro do avião por tanto tempo.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Banco Mundial alerta para risco de recessão devido à guerra na Ucrânia

Publicado em 8 de junho de 2022, em Notícias do Mundo

A guerra na Ucrânia atinge economias já prejudicadas pela pandemia de covid-19, alertou o Banco Mundial.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Países em todo o mundo estão enfrentando recessão, enquanto a guerra na Ucrânia atinge economias já prejudicadas pela pandemia de covid-19, alertou o Banco Mundial.

Publicidade

Países menos desenvolvidos na Europa e no leste da Ásia enfrentam uma “grande recessão”, disse.

O risco de alta inflação e baixo crescimento, a chamada estagflação, também está maior, disse o presidente do Banco Mundial, David Malpass.

As contas e energia e de comida vêm aumentando em todo o mundo.

“A guerra na Ucrânia, lockdowns na China, interrupções nas redes de fornecimento e o risco de estagflação estão impedindo o crescimento. Para muitos países, a recessão será difícil de evitar”, disse Malpass.

Ele alertou no relatório de Perspectivas Econômicas Globais do Banco Mundial para junho que o perigo de estagflação era “considerável”.

“O crescimento limitado provavelmente persistirá por toda a década devido ao fraco investimento em grande parte do mundo. Com a inflação agora decorrendo a altas multidécadas em muitos países e fornecimento podendo crescer de forma lenta, há um risco de que a inflação continue maior por mais tempo”.

Mais de 100 dias se passaram desde a invasão russa à Ucrânia, mas somente agora que o tamanho preocupante das ondas de choque atingindo nações e lares a milhares de quilômetros de distância desse epicentro está se tornando claro.

O Banco Mundial está encorajando ação imediata, de alívio de débito a pedir às nações que não coloquem restrições sobre exportações de alimentos.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência