Quinta-feira: 16 mil novos casos de coronavírus no Japão

A diferença em relação ao mesmo dia da semana anterior foi de 1.176 novos casos a mais. Aumento em Tóquio, Aichi, Mie, Okinawa e outras.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 16.676 testados positivo para o novo coronavírus na quinta-feira (23), aumentando a soma cumulativa para 9.210.055 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 2.413
  2. Okinawa: 1.542
  3. Osaka: 1.248
  4. Aichi: 914
  5. Kanagawa: 808

Outras províncias com números ligeiramente elevados.

  • Saitama: 770
  • Hokkaido: 753
  • Fukuoka: 752
  • Hyogo: 744

Óbitos, recuperações e pacientes em tratamento

O dia teve 15 óbitos, sendo 3 em Osaka, 2 em Hokkaido, em Kanagawa e em Fukushima, 1 em Tóquio e em Chiba, além de outras províncias.

São 141.224 pacientes em tratamento, dos quais 28 estão em estado grave.

Em contrapartida, são 9.037.759 pessoas recuperadas da covid.

Foram realizados 50.035 testes PCR na terça-feira (21).

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 753
Tohoku
Aomori 246
Iwate 68
Miyagi 215
Akita 35
Yamagata 88
Fukushima 113
Kanto
Ibaraki 268
Tochigi 110
Gunma 114
Saitama 770
Chiba 572
Tóquio 2.413
Kanagawa 808
Hokuriku
Niigata 133
Toyama 90
Ishikawa 157
Fukui 110
Koshin
Yamanashi 56
Nagano 113
Tokai
Gifu 222
Shizuoka 305
Aichi 914
Mie 177
Kinki
Shiga 157
Quioto 312
Osaka 1.248
Hyogo 744
Nara 117
Wakayama 88
Chugoku
Tottori 54
Shimane 128
Okayama 185
Hiroshima 339
Yamaguchi 160
Shikoku
Tokushima 83
Kagawa 82
Ehime 177
Kochi 110
Kyushu
Fukuoka 752
Saga 181
Nagasaki 239
Kumamoto 453
Oita 96
Miyazaki 206
Kagoshima 361
Okinawa 1.542
Aeroportos 12
TOTAL GERAL 16.676
Fontes: News Digest e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão oferecerá auxílio necessário para o Afeganistão após terremoto

Publicado em 23 de junho de 2022, em Notícias do Mundo

O vice-secretário chefe do Gabinete japonês disse que o governo estava coordenando medidas para ‘fornecer suporte prontamente’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A maioria das mortes foi na província de Paktika (NHK)

O governo japonês planeja fornecer assistência necessária para o Afeganistão, disse um porta-voz do governo nesta quinta-feira (23), após um terremoto no país ter matado pelo menos mil pessoas e deixado mais de 1,5 mil feridas.

Publicidade

O vice-secretário chefe do Gabinete, Seiji Kihara, disse em uma coletiva de imprensa habitual que o governo estava coordenando medidas para “fornecer suporte prontamente”, assim como avaliar a situação para compreender as necessidades locais.

O desastre humanitário ocorre em uma época difícil para o país governado pelo Talibã, atualmente nas dores da fome e crises econômicas.

O forte terremoto ocorreu à 1h24 (hora local) de quarta-feira (22) a cerca de 46Km a sudoeste da cidade de Khost, que fica perto da fronteira do país com o Paquistão, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA (USGS), a uma profundidade de 10Km.

A maioria das mortes foi na província de Paktika, nos distritos de Giyan, Nika, Barmal e Zirok, de acordo com o Ministério do Estado para Gestão de Desastres.

Fonte: U.S.News , CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância