Rompimento de geleira deixa mortos e feridos na Itália

No domingo (3), partes de uma geleira nos Alpes Italianos se romperam, causando a morte de pelo menos 6 pessoas e deixando 8 feridas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A avalanche ocorreu em Marmolada, que a 3,3 mil metros de altura é a montanha mais alta em Dolomites, uma cadeia nos Alpes Italianos (Facebook/Corpo Nazionale Soccorso Alpino e Speleologico)

Partes de uma geleira de montanha se romperam nos Alpes Italianos no domingo (3), disseram autoridades locais, causando a morte de pelo menos 6 pessoas e deixando 8 feridas.

Publicidade

O governo provincial de Trento disse que operações de resgate estavam em andamento após uma grande “avalanche de gelo” envolvendo alpinistas, acrescentando que o número de vítimas fatais provavelmente aumentará.

A avalanche ocorreu em Marmolada, que a 3,3 mil metros de altura é a montanha mais alta em Dolomites, uma cadeia nos Alpes Italianos que abrange as regiões de Trento e Veneto.

Os feridos foram levados para hospitais próximos das cidades de Belluno, Treviso, Trento e Bolzano, disse o presidente da região de Veneto, Luca Zaia.

A imensa massa de gelo colapsou perto de Punta Rocca, na rota geralmente usada pelos alpinistas para chegar ao topo, disse a unidade de resgate alpina.

“Felizmente, as condições climáticas estão boas, mas há perigo de ocorrer mais colapsos” disse um porta-voz.

Helicópteros e cães estavam sendo usados para tentar encontrar sobreviventes.

Temperaturas em ascensão têm causado o encolhimento constante da geleira Marmolada, assim como muitas outras no mundo, nas últimas décadas.

Fonte: Channel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Nippon Steel contamina rio novamente

Publicado em 4 de julho de 2022, em Economia

Pela segunda vez consecutiva foi detectado um agente químico nocivo no rio, e também nas águas da Baía de Tóquio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Nippon Steel em Chiba (FNN)

Uma das maiores fabricantes de aço do Japão, a Nippon Steel, novamente vazou uma quantidade de cianeto, prejudicial ao corpo humano, no rio Koito, na cidade de Kimitsu (Chiba).

Publicidade

Segundo as autoridades da cidade, em coletiva de imprensa no domingo (3), existe a possibilidade de que a água com contaminação tenha sido gerada pela limpeza dos gases de exaustão do forno, tendo vazado sem ser purificada, por algum motivo. Segundo a Nippon Steel, algumas instalações pararam de usar e o cianeto não foi detectado desde sábado (2).

Esse composto químico letal foi detectado na saída de drenagem voltada para a Baía de Tóquio no dia 30 do mês passado e em 1.º deste mês.

A Nippon Steel ou simplesmente Nittetsu recebeu orientações administrativas da província por causa do vazamento ocorrido no mês passado, o que prejudicou o rio. Por isso, a partir do dia 25 de junho, analisa a qualidade da água em todas as 17 saídas de drenagem conectadas à parte externa da siderúrgica e necessita informar o governo da província.

O governo da província de Chiba está considerando aplicar nova orientação administrativa para a Nippon Steel, embora o cianeto derramado foi diluído no rio, não afete o ser humano.

Fontes: ANN, FNN, JNN e Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência