Bombeiros tentam conter incêndio que já dura mais de 30 horas em Ibaraki

Muitos bombeiros tentam combater o incêndio que já queima há mais de um dia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: ANN

Por volta das 2h24 de domingo (14), o corpo de bombeiros recebeu uma ligação de emergência informando sobre “fumaça branca” em um depósito do centro de distribuição de uma empresa de logística na cidade de Moriya (Ibaraki).

Publicidade

20 carros de bombeiros e 1 helicóptero foram acionados para combater o incêndio, mas as chamas ainda estavam visíveis às 10h30 de segunda (15), cerca de 32 horas após o início do incêndio, e não há perspectiva de extinção do fogo.

Segundo a polícia e o corpo de bombeiros, o armazém tem cerca de 4.080 metros quadrados, e produtos de borracha e máscaras armazenadas estão queimando.

Nenhum trabalhador ficou ferido. As autoridades relatam que não há perigo do fogo se alastrar para as redondezas.

O local é uma área industrial próxima à Estação Moriya.

Fonte: Ibaraki Shimbum

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Brasileira é destaque em jornal japonês por auxiliar na educação de crianças brasileiras no Japão

Publicado em 15 de agosto de 2022, em Comunidade

Conheça a história de uma brasileira que trabalha em prol da educação das crianças de sua comunidade enquanto trava uma batalha contra o câncer.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: Asahi

Uma brasileira que vive na cidade de Chuo, província de Yamanashi, foi destaque no jornal japonês pelos seus esforços no ensino a crianças brasileiras que vivem em sua comunidade.

Publicidade

Aroma Morikoshi (52), uma brasileira com descendência japonesa de terceira geração, virou destaque no jornal da Asahi. Ela criou a “Classe de Apoio à Aprendizagem para Crianças Estrangeiras“, em forma de incentivo à educação das crianças brasileiras que vivem em sua comunidade. As aulas são realizadas várias vezes por mês nas tardes de sábado no Tatomi Sogo Kaikan, na cidade.

Atualmente, são mais de 10 alunos brasileiros do shogakko e chugakko. Algumas crianças acabaram de chegar ao Japão e não falam japonês.

Além de trabalhar como intérprete em escola do shogakko dando as aulas de apoio, Aroma também dava aulas em sua casa.

No entanto, as aulas tiveram que ser interrompidas porque ela foi diagnosticada com câncer de mama. Aroma vem recebendo tratamento com o uso de remédios anticancerígenos desde a primavera do ano passado. Ela também sofria da Doença de Graves, uma doença da tireoide.

No início deste ano, ela recebeu muitos pedidos de pais brasileiros para recomeçar as classes. A brasileira, então, recorreu à ajuda de amigos e da Associação Internacional de Intercâmbio da cidade. Kazuhiko Sano, 66, presidente da associação e amigo de Aroma, comenta que a atitude dela é de “tirar o chapéu”.

Em julho, ela foi internada para uma cirurgia de câncer de mama, então houve dias em que não pode participar ativamente. Porém, diversos voluntários que simpatizavam com sua causa, assumiram as aulas. “Não sei o que vai acontecer comigo por causa da minha doença. Quero que outras pessoas participem“, disse Aroma.

Em 1990, ela veio para o Japão sozinha aos 20 anos de idade. Quando começou a trabalhar, não sabia falar o idioma. Após alguns anos, ela se casou e teve seu filho. Aroma despertou seu desejo em auxiliar as crianças quando ela própria recebeu a ajuda de intérpretes na creche de seu filho. Ela então aprendeu japonês e começou a fazer traduções em escolas.

Para aprender a como educar crianças, ela participou e se formou no “Curso de Formação de Professores para Educadores Brasileiros no Japão”, organizado em conjunto pela Universidade Tokai e pelo governo brasileiro, em 2009. Ela também obteve a licença de professor no Brasil.

O que motiva Aroma é a preocupação com o futuro dos filhos. “Não quero que virem delinquentes porque sentem que não podem encontrar um lugar no Japão ou no Brasil. Quero que encontrem seu próprio caminho e vivam como membros da sociedade“.

Fonte: Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência