SoftBank corta cerca de 150 empregos globalmente, dizem fontes

Empregos serão cortados globalmente nas unidades Vision Fund e SoftBank Group International da SoftBank.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Empregos serão cortados nas unidades Vision Fund e SoftBank Group International (banco de imagens)

O SoftBank Group está cortando cerca de 150 empregos globalmente em sua unidade Vision Fund e SoftBank Group International, disse uma pessoa com conhecimento do assunto, visto que o CEO Masayoshi Son está economizando após grandes perdas em suas apostas tecnológicas.

Publicidade

Avisos estavam chegando aos funcionários na quinta-feira (29) e afetarão cerca de 30% dos empregados em dois negócios, disse a pessoa, negando-se a ser identificada porque a informação não é pública. Principais centros de custos nos EUA, Reino Unido e China serão afetados, acrescentou.

A SoftBank se negou a fazer comentários.

Os cortes afetarão funcionários nas equipes de investimento e área administrativa em departamentos como o de finanças e jurídico, disse uma segunda fonte.

Em agosto, Son prometeu cortar custos após a unidade Vision Fund ter registrado um prejuízo recorde de US$50 bilhões nos 6 meses até junho.

Os cortes também abrangem o SoftBank Group International, que era liderado por Marcelo Claure antes de sua saída da companhia e que gerencia outros grupos de investimento.

Fonte: Channel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Finlândia fecha fronteira para turistas russos

Publicado em 30 de setembro de 2022, em Notícias do Mundo

A decisão ocorre após o número de russos chegando na fronteira ter aumentado depois de uma convocação de 300 mil reservistas pelo presidente Vladimir Putin.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Fila de carros em checkpoint na fronteira com a Finlândia em Torfyanovka na Rússia, 2019 (ilustrativa/banco de imagens)

A Finlândia está fechando sua fronteira para turistas russos a partir desta sexta-feira (30), a última das vizinhas de Moscou da União Europeia a fazer isso.

Publicidade

Polônia, Estônia, Letônia e Lituânia fecharam suas fronteiras para turistas russos no início deste mês.

Contudo, os russos ainda têm permissão para visitar familiares ou a trabalho e estudar na Finlândia, disse o ministro de Relações Exteriores.

A decisão ocorre após o número de russos chegando na fronteira ter aumentado depois de uma convocação de 300 mil reservistas pelo presidente Vladimir Putin.

Filas se formaram na fronteira, visto que pessoas estavam tentando fugir, incluindo longas filas na fronteira da Rússia com a Georgia, que não exige visto para viagem.

A Finlândia, que compartilha uma fronteira de 1,3 mil quilômetros com a Rússia e não exige visto, também registrou um aumento de pessoas tentando entrar no país após a mobilização parcial.

Falando na quinta-feira (29), o ministro de Relações Exteriores finlandês, Pekka Haavisto, disse em uma coletiva de imprensa que a ordem de mobilização teve um “impacto significante” sobre sua decisão.

“A decisão visa evitar completamente a atual situação de turismo russo para a Finlândia e o trânsito relacionado pela Finlândia”, disse ele.

O governo também disse que o fluxo de russos foi visto como perigoso para as relações internacionais da Finlândia.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância