Cão chamado Gino, de 22 anos, é oficialmente nomeado o mais velho do mundo

Gino, que reside na Califórnia, nos EUA, vive há mais de duas décadas devido a um ‘bom cuidado veterinário, dieta saudável e entusiasmo pela vida’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O cão foi adotado de um abrigo no Colorado (Guinness)

Um cão de 22 anos foi oficialmente nomeado o “cão vivo mais velho do mundo” pelo Guinness World Records.

Publicidade

Gino, da Califórnia, nasceu em 24 de setembro de 2000. Ele foi adotado pelo seu atual dono, Alex Wolf, em 2002, do abrigo Sociedade Humana de Boulder Valley do Colorado.

Alex, de 40 anos, que era estudante do segundo ano na Universidade de Colorado Boulder na época, disse que a longevidade de Gino era resultado de uma dieta saudável e balanceada, bom cuidado veterinário e ter entusiasmo pela vida, de acordo com o programa “Today”.

Após sua adoção, o pequeno cão viveu com Alex e seus colega de quarto enquanto ele estudava na universidade, descrevendo-o como “um dos caras”.

Entretanto, quando Alex tomou a decisão de voltar a morar com seus pais, Gino se deu bem em um estilo de vida ativo na Califórnia.

Fonte: Mirror

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Vietnamita recebe diploma de agradecimento por ter ajudado a salvar um idoso

Publicado em 24 de novembro de 2022, em Sociedade

Ele não sabe falar japonês mas conseguiu pedir para um estudante chamar a ambulância. Enquanto isso, segurou a mão do idoso caído no pântano.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Trabalhador vietnamita homenageado pela polícia de Shiga (Mainichi)

A Delegacia de Koka (Shiga) entregou um diploma de agradecimento a カン・ド・チェン, vietnamita, 35 anos, trabalhador de uma empresa em Minakuchi (Shiga), por ter ajudado no resgate de um idoso que caiu em um pântano.  

Publicidade

A delegacia elogiou a sua atitude e esta foi a primeira vez na província de Shiga que um diploma foi preparado no idioma vietnamita, para que ele possa levar ao seu país e contar à sua família o motivo dessa homenagem.

De acordo com a delegacia de polícia, por volta das 15h30 de 22 de outubro, o trabalhador vietnamita encontrou um homem de 80 anos que caiu da bicicleta, dentro de um pântano, na área do Templo Daichi de Koka, quando caminhava pelo local. Ele estava tirando fotos da paisagem japonesa, no dia de sua folga, para enviá-las à sua família em Hanói, Vietnã.    

Como tinha dificuldade para pedir socorro em japonês, tirou uma foto da situação, mostrou e pediu a um estudante de 15 anos para ligar para o 119.

Não se importou em ficar coberto de lama para segurar a mão do idoso e continuou a falar com ele até a chegada da ambulância. Assim, o idoso não correu risco de vida, foi retirado e levado para o hospital.    

A polícia informou que entregará um diploma de agradecimento ao estudante ginasial que telefonou para o 119.  

À esq. o intérprete, o vietnamita homenageado e à dir. o delegado de Koka (Mainichi)

Fontes: Mainichi e Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância