Rombo de ¥400 milhões pelo erro no projeto da prefeitura: prefeito e funcionários pagarão uma parte

Não só o prefeito como todos os funcionários públicos da prefeitura vão contribuir para pagar esse prejuízo, durante 15 meses!

Se o salário de um funcionário público é de ¥300 mil, a dedução será de no mínimo 1% ou ¥3 mil (PM)

Uma portaria para redução dos salários de todos os funcionários públicos municipais foi aprovada na assembleia dos conselheiros (equivalente à câmara dos vereadores) da cidade de Hitachiota (Ibaraki), na quinta-feira (15).

Publicidade

As deduções do salário têm a finalidade de cobrir parte do custo total de cerca de 400 milhões de ienes de uma obra de esgoto. Por erro do projeto de esgoto, ocorreu um transbordamento de um bueiro em abril porque o volume de esgoto a ser tratado foi calculado incorretamente, em uma obra de um conjunto residencial, em abril deste ano. 

Com essa portaria, dos salários dos cerca de 560 servidores públicos da prefeitura serão deduzidos 1% a 2%, e os em cargo como o prefeito e outros, a dedução será de 5%, entre janeiro de 2023 a março de 2024. Portanto, 15 meses de contribuição espontânea ou forçada.

Os 17 conselheiros (vereadores) também vão ter uma dedução de 2% no mesmo período, conforme portaria aprovada no mesmo dia. 

Assim, estima-se obter cerca de 68,35 milhões de ienes, incluindo doações voluntárias, para cobrir uma parte das obras de reparo por causa do erro. O prefeito não acha justo que o erro seja bancado pelos impostos pagos pelos cidadãos.

“Acredito que o conselho (câmara) entendeu o propósito da portaria e que prestamos contas aos cidadãos”, declarou o prefeito Tatsuo Miyata (宮田達夫).

Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos do Japão, isso é algo incomum, dos funcionários da prefeitura arcarem com o custo parcial com um erro administrativo.

Fonte: Yomiuri 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Espinafre tóxico causa alucinações em pessoas na Austrália

Publicado em 16 de dezembro de 2022, em Notícias do Mundo

Pessoas ficaram doentes e tiveram até alucinações após consumirem espinafre do Costco.

Imagem de baby spinach (ilustrativa/banco de imagens)

Espinafre tóxico desencadeou um alerta de saúde de emergência na Austrália após pessoas que consumiram a hortaliça terem sofrido doença severa e alucinações.

Publicidade

Nove pessoas precisaram de cuidado médico após consumirem o baby spinach da Riviera Farms da rede Costco.

Autoridades da saúde dizem que os sintomas das pessoas também incluíram delírio, aumento dos batimentos cardíacos e visão embaçada.

A Riviera Farms acredita que o espinafre foi contaminado por uma erva daninha, mas que nenhum outro produto havia sido afetado.

A Comissão de Saúde de Nova Gales do Sul (NSH Health) alertou que quaisquer pacotes da marca do espinafre com data de vencimento de 16 de dezembro não são seguras para consumo e devem ser descartadas.

Todos os afetados são, até agora, de Sydney, disse o NSW Health, mas autoridades em outros estados foram alertadas enquanto ele investiga.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros