Toyota abastecerá fábrica em Aichi com uso do vento

A montadora japonesa instalará 5 turbinas eólicas na planta de Tahara, que produz a marca de luxo Lexus.

A montadora japonesa instalará 5 turbinas eólicas na planta em Tahara (ilustartiva/banco de imagens)

A Toyota Motor começará a operar uma instalação de energia eólica em sua planta na província de Aichi no próximo ano, visto que ela visa fazer com que todas as suas fábricas no país e no exterior alcancem a neutralidade de carbono até 2035.

Publicidade

A montadora japonesa instalará 5 turbinas eólicas, cada uma medindo 120m de diâmetro e até 145m de altura, com uma produção total de 21.5 megawatts, na planta de Tahara, que produz a marca de luxo Lexus.

Essa será uma das maiores do Japão como instalação de geração de energia eólica para uso por uma única fábrica.

A instalação fornecerá mais de 15% da eletricidade consumida pela planta.

A cidade de Tahara fica na ponta da Península de Atsumi no sudeste de Aichi, onde o vento sopra estavelmente durante todo o ano e é particularmente forte no inverno, tornando-a um local ideal para geração de energia eólica.

O projeto é “raro” no Japão, visto que ele é destinado a gerar energia para sua própria fábrica, não para vender externamente, e é “um dos maiores exemplos” desse tipo na nação, de acordo com a Associação de Energia Eólica do Japão.

A planta de Tahara é uma das principais bases de produção da Toyota desde sua abertura em 1979.

Fonte: Asia Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Elon Musk leiloará itens de escritório do Twitter

Publicado em 14 de dezembro de 2022, em Notícias do Mundo

Elon Musk, que adquiriu a companhia em outubro passado após uma caótica batalha legal, vem tentando renegociar os termos do contrato de locação.

Sede do Twitter em São Francisco (banco de imagens)

O Twitter estaria leiloando itens de sua sede e não paga aluguel em seu escritório global em São Francisco, nos EUA, há várias semanas em uma tentativa de reduzir custos.

Publicidade

Elon Musk, que adquiriu a companhia em outubro passado após uma caótica batalha legal, vem tentando renegociar os termos do contrato de locação, divulgou o New York Times, citando duas fontes com conhecimento da discussão.

A companhia recebeu queixas de empresas imobiliária e de gestão como a Shorenstein, que detém a sede do Twitter em São Francisco.

O Twitter cortou seu departamento de comunicações após a posse de Musk.

A companhia, enquanto isso, está leiloando dezenas de itens de mobília, eletrodomésticos e souvenirs, incluindo uma grande estátua de pássaro do Twitter, uma escultura gigante de “@” e outros itens menos interessantes como máquinas de espresso e cadeiras.

O leilão será conduzido online com início em 17 de janeiro de 2023 e fechará no dia seguinte, de acordo com a Heritage Global Partners, que está organizado as vendas.

A notícia ocorre após o Twitter ter dissolvido na segunda-feira (12) seu Conselho de Confiança e Segurança, o grupo consultivo que envolve cerca de 100 organizações independentes, de direitos humanos e outras que a companhia formou em 2016 para endereçar discursos de ódio, exploração infantil, suicídio, automutilação e outros problemas na plataforma.

Fonte: Sky News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros