Tráfego aéreo global aumentou 67% em janeiro deste ano

A demanda por viagem aérea terá um início muito saudável em 2023, diz diretor da Associação Internacional de Transportes Aéreos.

Uma aeronave da Japan Airlines decolando do Aeroporto de Narita em Chiba (ilustrativa/banco de imagens)

A Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA) reportou que em janeiro de 2023, o tráfego aéreo, medido em passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK), aumentou em 67% quando comparado ao mesmo mês em 2022, e está agora a 84,2% dos níveis de janeiro de 2019.

Publicidade

O tráfego aéreo doméstico em janeiro de 2023 aumentou 32,7% comparado ao mesmo mês do ano passado, auxiliado pela suspensão da política Covid zero na China. O tráfego aéreo doméstico total de janeiro de 2023 estava a 97,4% do nível de janeiro de 2019.

Já o internacional saltou 104% em comparação a janeiro de 2022 com todos os mercados registrando forte crescimento, liderado pelas companhias aéreas na região Ásia-Pacífico. Os RPKs internacionais alcançaram 77% dos níveis de janeiro de 2019.

“A demanda por viagem aérea terá um início muito saudável em 2023. A remoção rápida das restrições da covid-19 para viagem chinesa doméstica e internacional é um bom sinal para a forte recuperação da indústria da pandemia por todo o ano.

“E, mais importante, não temos visto muitas incertezas econômicas e geopolíticas enfraquecendo a demanda por viagem”, disse Willie Walsh, diretor-geral da IATA.

Fonte: Travel News Asia

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Pesquisa: 1 em cada 4 continuará usando máscara apesar das regras relaxadas da Covid no Japão

Publicado em 13 de março de 2023, em Sociedade

A ação para deixar as decisões sobre o uso de máscara para os indivíduos é o esforço mais recente do governo japonês a fim de ‘normalizar’ atividades sociais e econômicas.

Uso de máscara no Japão será decisão pessoal a partir de 13 de março de 2023 (ilustrativa/banco de imagens)

Uma em cada 4 pessoas no Japão disse em uma pesquisa que continuará a usar máscara em todos os ambientes sociais, mesmo após as diretrizes da covid-19 sobre o item de proteção serem relaxadas nesta segunda-feira (13), citando razões como prevenção de infecção e costume.

Publicidade

A ação para deixar as decisões sobre o uso de máscara para os indivíduos é o esforço mais recente do governo japonês a fim de “normalizar” atividades sociais e econômicas que têm estado sob restrições de saúde públicas pelos últimos 3 anos, mas a pesquisa indica que uma mudança drástica no costume de usar o item de proteção pode não acontecer rapidamente.

Desde o início de 2020, quando a pandemia de coronavírus acelerou, o uso de máscara nunca foi uma exigência no Japão, mas fazer isso se tornou uma prática comum entre as pessoas no país.

De acordo com a pesquisa online, conduzida em fevereiro pela Laibo Inc., operadora de uma instituição de pesquisa focada em carreiras, 27,8% de 561 funcionários de companhias na faixa dos 20 aos 50 anos, disseram que continuariam usando máscara “incondicionalmente”.

Mais de 66% disseram que decidiriam sobre o uso ou não dependendo da situação, como durante as refeições ou se há outras pessoas perto. Apenas 5,5% disseram que não usariam máscara independentemente do ambiente social que estivessem.

Quando perguntados sobre as razões pelas quais usariam uma máscara, o maior grupo, 53,4%, respondeu que era “para prevenir infecção por coronavírus”, seguido por 50,2% que viu isso como “hábito” e 39,2% que queriam evitar “ser infectados por doenças além do coronavírus”.

Sob as novas diretrizes, o governo ainda recomendará o uso de máscaras em instituições médicas e asilos, assim como em trens e ônibus cheios. Ele também citou que a máscara protege pessoas que correm maior risco de doenças graves, incluindo idosos e gestantes.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!