Mais um se junta ao grupo de golfinhos em Shimane

Ainda não se sabe se é um filhote dos dois golfinhos que estão vivendo nas imediações ou se é mais um que se juntou a eles.

Dois golfinhos ‘residentes’ brincando perto da boia vermelha (BSS/JNN)

Os golfinhos são mamíferos marinhos que não costumam ficar em um único local já que são animais migrantes. No entanto, dois deles parecem ter “fixado residência” há 2 anos, na foz do Canal Sakai, que faz divisa entre as cidades de Sakai Minato (Tottori) e Matsue (Shimane).

Publicidade

Recentemente foi descoberto que o grupo aumentou, pois tem sido visto mais um golfinho.

No domingo (16), a câmera da reportagem da emissora BSS de Tottori gravou imagens de dois golfinhos. Segundo o repórter, parecem ser da espécie nariz de roaz e, como sempre, nadam ao redor de uma boia vermelha perto da foz. 

Como já são famosos, nos dias ensolarados muitas pessoas costumam ir ao local para vê-los. Yuki Mishima, diretora do Aquário Marinho da Província de Shimane, onde se criam belugas, disse que “nunca ouvi falar sobre viver longo tempo em um lugar”.

Os golfinhos estão sempre ao redor da boia (BSS/JNN)

“Parece que alguns golfinhos costumam não gostar do som dos motores dos navios, mas existe a possibilidade de eles terem escolhido essa área por ser mais fácil de viver, pela abundância de peixes. Acho que esse é um dos grandes motivos”, apontou a diretora.

E de fato, esse local é famoso entre os pescadores de Sakai Minato e Matsue, tanto que sempre está cheio deles querendo levar os peixes para casa pois há abundância o ano todo.

As pessoas que moram nas imediações dizem que mais um se agregou ao par de golfinhos e a informação é confirmada pelas informações enviadas pelos telespectadores. Em fevereiro deste ano, um golfinho solitário foi fotografado nadando nas imediações do conjunto habitacional Takeuchi na cidade de Sakai Minato, que fica um pouco mais longe da foz do canal.

De acordo com a Estação Experimental de Pesca da Prefeitura de Tottori, existe a possibilidade de que golfinhos tenham se perdido nessa área mas resolveram ficar por causa da farturas de peixes, a comida favorita. 

No entanto, embora o motivo exato seja desconhecido, o responsável disse que pode haver outra razão pela qual os golfinhos preferem as proximidades do Canal Sakai.

“Seria bacana se os golfinhos ficassem conosco por muito tempo e melhor ainda se gerassem mais um bebê”, disse Hirofumi Takada, da estação.   

Pescadores frequentam o local o ano todo pela fartura de peixes (BSS/JNN)

Fonte: BSS/JNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Grupo de conservação exige suspensão das vendas de carne de golfinho ‘tóxica’ no Japão

Publicado em 18 de abril de 2023, em Notícias do Mundo

A Action for Dolphins apresentou a queixa junto à polícia no Japão, em meio a alerta de especialistas de que a ingestão regular de carne de golfinho poderia ameaçar a saúde de consumidores.

Um golfinho-de-Risso (ilustrativa/banco de imagens)

Defensores da conservação marinha apresentaram uma queixa junto à polícia exigindo suspensão das vendas de carne de golfinho “tóxica” no Japão, após um teste ter indicado que uma amostra continha níveis de mercúrio até 100 vezes maiores do que o recomendado pelo governo.

Publicidade

A Action for Dolphins (AFD), uma organização sem fins lucrativos sediada na Austrália, apresentou a queixa junto à polícia na central do Japão neste mês, em meio a alerta de especialistas de que o consumo regular de carne de golfinho poderia ameaçar a saúde de consumidores.

A AFD disse que testes recentes em um laboratório no Japão revelaram que uma amostra comprada no país, uma porção de miúdos de golfinho-de-Risso, excedeu o limite regulatório estipulado pelo governo em até 97.5 vezes. Um segundo pacote da carne mostrou níveis 80 vezes maiores do que o limite de segurança.

Um investigador da AFD sediado no Japão fez o pedido da carne no site da Yahoo!Japan em 13 de outubro de 2022. Dois pacotes chegaram em 15 do mesmo mês e foram enviados a um laboratório no Japão, onde eles foram testados separadamente.

Hanna Tait, chefe executiva da AFD, disse ter a esperança de que os resultados dos testes e a queixa na polícia resultariam na suspensão das vendas de carne de golfinho em supermercados, restaurantes e da varejista online Yahoo!Japan.

A Yahoo!Japan é a única grande varejista online no país que continua a vender produtos cetáceos.

A Rakuten parou de comercializar carne de baleia e de golfinho em 2014 após o Tribunal de Justiça Internacional ter ordenado que o Japão suspendesse imediatamente suas caças anuais a baleias no Oceano Antártico.

Estudos com pessoas que consomem regularmente produtos cetáceos mostram que mercúrio e outros contaminantes podem causar efeitos adversos no desenvolvimento fetal, desenvolvimento neural e memória, assim como aumento no risco de desenvolver doença de Parkinson, hipertensão e asterioesclerose nos adultos.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!