Grupo de conservação exige suspensão das vendas de carne de golfinho ‘tóxica’ no Japão

A Action for Dolphins apresentou a queixa junto à polícia no Japão, em meio a alerta de especialistas de que a ingestão regular de carne de golfinho poderia ameaçar a saúde de consumidores.

Um golfinho-de-Risso (ilustrativa/banco de imagens)

Defensores da conservação marinha apresentaram uma queixa junto à polícia exigindo suspensão das vendas de carne de golfinho “tóxica” no Japão, após um teste ter indicado que uma amostra continha níveis de mercúrio até 100 vezes maiores do que o recomendado pelo governo.

Publicidade

A Action for Dolphins (AFD), uma organização sem fins lucrativos sediada na Austrália, apresentou a queixa junto à polícia na central do Japão neste mês, em meio a alerta de especialistas de que o consumo regular de carne de golfinho poderia ameaçar a saúde de consumidores.

A AFD disse que testes recentes em um laboratório no Japão revelaram que uma amostra comprada no país, uma porção de miúdos de golfinho-de-Risso, excedeu o limite regulatório estipulado pelo governo em até 97.5 vezes. Um segundo pacote da carne mostrou níveis 80 vezes maiores do que o limite de segurança.

Um investigador da AFD sediado no Japão fez o pedido da carne no site da Yahoo!Japan em 13 de outubro de 2022. Dois pacotes chegaram em 15 do mesmo mês e foram enviados a um laboratório no Japão, onde eles foram testados separadamente.

Hanna Tait, chefe executiva da AFD, disse ter a esperança de que os resultados dos testes e a queixa na polícia resultariam na suspensão das vendas de carne de golfinho em supermercados, restaurantes e da varejista online Yahoo!Japan.

A Yahoo!Japan é a única grande varejista online no país que continua a vender produtos cetáceos.

A Rakuten parou de comercializar carne de baleia e de golfinho em 2014 após o Tribunal de Justiça Internacional ter ordenado que o Japão suspendesse imediatamente suas caças anuais a baleias no Oceano Antártico.

Estudos com pessoas que consomem regularmente produtos cetáceos mostram que mercúrio e outros contaminantes podem causar efeitos adversos no desenvolvimento fetal, desenvolvimento neural e memória, assim como aumento no risco de desenvolver doença de Parkinson, hipertensão e asterioesclerose nos adultos.

Fonte: The Guardian

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Crescimento econômico da Ásia vai ultrapassar o dos EUA e Europa neste ano

Publicado em 18 de abril de 2023, em Ásia

O crescimento será liderado por forte demanda doméstica, de acordo com a Morgan Stanley, empresa global de serviços financeiros.

Cédulas de rúpia, yuan e iene (banco de imagens)

O crescimento econômico da Ásia vai ultrapassar o dos EUA e da Europa neste ano, liderado por forte demanda doméstica, de acordo com a Morgan Stanley, empresa global de serviços financeiros sediada em Nova Iorque.

Publicidade

“O grande argumento que estamos fazendo para a Ásia, incluindo o Japão, para ultrapassar EUA e Europa, é o fato de que há forte demanda doméstica”, disse Chetan Ahya, economista-chefe do Morgan Stanley para a Ásia, ao “Street Signs Asia” da rede CNBC, na segunda-feira (17).

“A China é uma. Ela está passando por uma recuperação razoavelmente boa por causa da reabertura, mas também pela política fiscal e monetária sendo acolhedora”.

As outras três grandes economias asiáticas – Índia, Indonésia e Japão – também estão mostrando demanda doméstica robusta, acrescentou o economista.

“Temos a expectativa de que o crescimento da região ultrapasse em cerca de 500 pontos de base até o fim deste ano, o que é essencialmente no quarto trimestre deste ano”, disse Ahya.

Sua previsão otimista para a região corresponde às mais recentes perspectivas do Fundo Monetário Internacional (FMI) de que a Ásia-Pacífico continua sendo uma região dinâmica, apesar de um ano desafiador para a economia mundial.

A agência apontou na semana passada que a demanda doméstica da Ásia até agora continuou forte apesar de aperto monetário.

“Projetamos que a região contribuirá com mais de 70% do crescimento global deste ano, visto que sua expansão acelera de 3.8% em 2022 para 4.6% neste ano”, escreveu o FMI em um blog.

A recuperação da China “está indo melhor que as expectativas de todos”, disse Ahya, e ele não vê a inflação como grande risco para o país.

Mais pessoas na China querem comprar casas novamente, de acordo com uma pesquisa de primeiro trimestre divulgada recentemente pelo People’s Bank of China. O aumento segue o fim dos controles da Covid do país.

O Banco Mundial também espera que economias no leste asiático e no Pacífico cresçam mais do que o previamente estimado, graças a uma recuperação acentuada em atividades na China, citando que a região não foi afetada pelos estresses bancários globais.

Fonte: CNBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!