Polícia ensina prevenção de desastres e cibercrimes aos estrangeiros

A polícia promoveu um encontro para explicar sobre os cibercrimes aos estrangeiros, incluindo os brasileiros, para não caírem nos golpes.

Polícia com intérprete em português, ensina a importância da prevenção de desastres e cibercrimes (JNN)

No domingo (30) foi promovido um treinamento de prevenção aos cibercrimes aos estrangeiros residentes na província de Yamanashi

Publicidade

A aula foi no Tamaho Total Hall, na cidade de Chuo, com explicações em vários idiomas, através dos intérpretes, incluindo o português.

Além dos cibercrimes, a polícia explicou também sobre a importância da prevenção de desastres e também contra os crimes aos brasileiros.

A polícia chamou a atenção para as páginas web e-mails fraudulentos, para que os estrangeiros não sejam enganados pelos remetentes desse tipo de golpe

Exemplos de mensagens do cibercrime enviadas por SMS (PM)

Também explicou sobre os locais que servem como abrigo quando for dada uma ordem de evacuação em caso de desastre, mostrando-os no mapa. Os participantes conferiram onde moram e os locais de abrigo nas imediações.

Cerca de 20 pessoas participaram do treinamento, o qual foi planejado porque a cidade de Chuo tem o maior número de brasileiros da província.

Caso ainda não tenha lido sobre o kit de preservação da vida no caso de desastres toque aqui.

Fonte: JNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Homem que teria mais de 500 filhos no mundo é proibido de doar esperma

Publicado em 1 de maio de 2023, em Notícias do Mundo

As doações contínuas do homem violaram o direito de uma vida privada das crianças concebidas, cuja habilidade de construir relacionamentos é prejudicada por temores de incesto acidental.

O holandês de 41 anos foi proibido de doar mais esperma a clínicas (ilustrativa/banco de imagens)

Um tribunal holandês ordenou na sexta-feira (27) que um homem, cujos juízes disseram ter sido pai de 500 a 600 crianças em todo o mundo, que pare de doar esperma.

Publicidade

O holandês de 41 anos foi proibido de doar mais esperma a clínicas, segundo decisão do tribunal. Ele poderia ser multado em 100 mil euros (US$110 mil) por infração.

O tribunal também ordenou que o homem escrevesse a clínicas no exterior pedindo a elas que destruíssem quaisquer estoques de seu esperma, com exceção de doses reservadas para pais que já tinham filhos descendentes dele.

A decisão ocorreu após um caso civil lançado por uma fundação representando os interesses de crianças concebidas por doador e pais holandeses que o usaram com fonte.

Eles argumentaram que as doações contínuas do homem violaram o direito de uma vida privada das crianças concebidas, cuja habilidade de construir relacionamentos amorosos é prejudicada por temores de incesto acidental e consanguinidade.

As doações do homem vieram à tona pela primeira vez em 2017 e ele foi proibido de doar para clínicas de fertilidade na Holanda, onde ele já foi pai de mais de 100 crianças.

Entretanto, ele continuou a doar no exterior, incluindo o banco de esperma dinamarquês Cyros que opera internacionalmente.

O homem também continuou a se oferecer como doador em sites correspondendo a futuros pais com doadores de esperma, às vezes usando um nome diferente, de acordo com o jornal Algemeen Dagblad.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!