Polimento dos faróis: teste de 2 produtos de fácil aplicação

Veja em vídeos os testes realizados com 2 produtos famosos para limpeza e polimento dos faróis do carro.

Farol antes e depois do polimento (PM)

Com o passar do tempo os faróis e lanternas do carro tendem a ficar opacos. Há uma série de produtos indicados para remover essa opacidade e trazer o brilho de volta, mas sempre fica dúvida de qual é o melhor para se comprar.

Publicidade

Nesta matéria veja os testes práticos de 2 produtos famosos e baratos, vendidos no Japão, para tomar sua decisão. É uma tarefa simples, que pode ser feita na sua folga.

Zero Revive

O produto serve para remover o amarelado e a opacidade dos faróis, lanternas e outras partes plásticas do carro ou da moto.

Primeiro é preciso lavar e secar bem a superfície antes de aplicar o produto. Depois, utilizando a flanela fornecida coloca-se uma quantidade do produto para friccionar o local. Basta esfregar por alguns minutos, sem fazer força e o resultado aparecerá. Depois, basta passar a flanela seca para dar o acabamento.

O fabricante recomenda proteger a área ao redor do farol para não correr o risco de danificá-la.

* A área ao redor do farol não foi protegida na hora da gravação do vídeo, por ser apenas um teste do produto. 

Custa ¥990 na Amazon, toque para ver o produto ou comprar

ReBirth

Esse outro produto testado tem as características parecidas com o do apresentado acima, por isso o processo é o mesmo: limpar os faróis para depois aplicar o produto com a flanela que o acompanha.

Esse também remove até os arranhados rasos.

Parece que o resultado final do outro produto foi um pouco melhor.

Deve-se levar em conta que o carro do teste tem 16 anos de uso, por isso, é natural que os faróis estejam opacos. Se for em um carro mais novo pode ser que o resultado final seja melhor.

Custa ¥482 na Amazon, toque para ver o produto ou comprar.

Outros produtos para limpeza de faróis.

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Você sabe quais são os sintomas da doença inflamatória intestinal?

Publicado em 27 de maio de 2023, em Nutricionista Silvia Tsutsumi

É importante sabermos como identificar os sintomas que apontam que estamos com às Doenças Inflamatórias Intestinais e realizar logo tratamento.

Imagem ilustrativa (banco de imagens)

Estamos no mês roxo, mês da prevenção e do cuidado com as doenças inflamatórias intestinais (DII). Englobam duas condições principais: a doença de Crohn e a colite ulcerativa. Ambas são doenças crônicas e autoimunes, que afetam o trato gastrointestinal e são caracterizadas por inflamação persistente e repetitiva.

Publicidade

Principais sintomas das doenças inflamatórias intestinais 

Os sintomas podem variar de leves a graves. Veja a seguir.

Dor abdominal: geralmente é recorrente e pode variar em intensidade e localização, dependendo da área afetada.

Diarreia: pode ser persistente e conter sangue ou muco, especialmente na colite ulcerativa.

Perda de peso não intencional: devido à redução da absorção de nutrientes e à diminuição do apetite.

Fadiga: é um sintoma comum, muitas vezes relacionado à inflamação crônica e à anemia.

Febre: pode ocorrer durante períodos de atividade inflamatória intensa.

Sangramento retal: é mais comum na colite ulcerativa e pode ser acompanhado de urgência na evacuação.

Úlceras e lesões: podem se formar no revestimento do trato digestivo, levando a complicações como feridas (fístulas) e inchaço com estreitamento.

Náuseas e vômitos: podem ocorrer, principalmente na doença de Crohn, quando o trato digestivo superior está envolvido.

Dor nas articulações: algumas pessoas com DII também experimentam dores articulares e inflamações.

Problemas de pele: podem ocorrer erupções cutâneas, úlceras na boca e problemas de cicatrização.

É importante ressaltar que as doenças inflamatórias intestinais são uma condição crônica e podem variar significativamente de pessoa para pessoa.

O diagnóstico e o tratamento adequados devem ser realizados por um médico gastroenterologista (消化器科医, lê-se shokakika-i), que pode solicitar exames, como colonoscopia, exames de sangue e imagens, para confirmar o diagnóstico. O nutricionista entra com a ferramenta alimentar para amenizar os impactos da doença e buscar a fase de remissão para conviver com a doença com controle e qualidade de vida.

Nutricionista Silvia Tsutsumi –  WhatsAppInstagram

Veja também estas os suplementos mais utilizados para ganho de massa muscular.

Para quem busca orientações sobre nutrição e planos de dietas alimentares personalizados, entre em contato com a Silvia. Faça uma consulta e tenha suporte de uma profissional qualificada.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Nihongo - Estude em casa com o Kumon!
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Empregos para estrangeiros no Japão UT Suri-emu
Empregos no Japão - HUMAN
Life Card - cartão para brasileiros no Japão