Motorista desceu para ver a situação e acabou prensado

Um terceiro caminhão bateu na traseira do segundo quando o motorista estava vendo como foi o acidente. Foi transportado em estado crítico.

Engavetamento de 3 caminhões na Meishin (MBS)

Pouco antes das 4h de segunda-feira (27), um caminhão colidiu na traseira de um outro de grande porte parado no acostamento, na via expressa Meishin, perto do entroncamento de Maibara (Shiga).

Publicidade

O motorista do caminhão atingido, na faixa dos 60 anos, desceu para ver a cena e estava entre os dois caminhões, quando um terceiro bate na traseira, formando um engavetamento.

Segundo a polícia, esse motorista estaria ligando para o 110 quando ficou prensado entre os dois caminhões. Foi retirado e transportado a um hospital da província de Gifu, já inconsciente e seu estado é crítico

A polícia investiga as circunstâncias desse acidente.

Por causa desse engavetamento, o trecho entre Hikone e Maibara da via expressa Meishin foi fechado temporariamente a partir das 8h30.

Fontes: Chunichi, MBS e KTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Restrições sobre exportações de grafite da China preocupam empresas no Japão

Publicado em 27 de novembro de 2023, em Sociedade

A China tem uma grande participação do mercado global de grafite. Ela anunciou no mês passado que restringirá exportações a partir de 1º de dezembro de 2023 para proteger sua segurança nacional e interesses econômicos.

A China anunciou no mês passado que restringirá exportações de grafite a partir de 1º de dezembro de 2023 (ilustrativa/banco de imagens)

Preocupações crescem entre companhias japonesas em relação à decisão da China de restringir exportações de grafite, um material fundamental usado na produção de baterias de íon-lítio.

Publicidade

A China tem uma grande participação do mercado global de grafite. Ela anunciou no mês passado que restringirá exportações a partir de 1º de dezembro de 2023 para proteger sua segurança nacional e interesses econômicos.

A Fuji Graphite Works sediada em Tóquio importa o mineral da China para processá-lo e fornecê-lo a fabricantes.

Todos os grafites esferoidais que a empresa importa para produzir baterias de íon-lítio vêm da China.

A preocupação da Fuji Graphite é que os procedimentos de importação podem levar mais tempo após o início das restrições e isso pode afetar seu cronograma de produção.

Então, a empresa importou 1,5 vez a mais de grafite da China do que de costume em novembro para aumentar seus estoques.

A companhia diz que continuará a importar grafite da China, mas pode considerar aumentar os envios a partir da África.

Uma outra empresa japonesa, o Mitsubishi Chemical Group, está considerando obter grafite para baterias de íon-lítio da Austrália e de outros lugares para compensar qualquer escassez nos fornecimentos da China.

Uma especialista em políticas chinesas, Naoko Eto, diz que o motivo escondido de Pequim relacionado à restrição de grafite “é conscientizar o mundo sobre o risco de que se relações com a China se deteriorarem, o fluxo e grafite será suspenso”.

Ela diz que isso pode ser uma manobra da China para ganhar terreno com vendas globais de seus veículos elétricos.

Eto diz que é crucial para empresas japonesas diversificarem suas redes de fornecimento.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!