Donos de cães têm risco 40% menor de demência, mostra estudo no Japão

Demência é o declínio geral das habilidades mentais, como memória, linguagem e raciocínio que persiste por toda a vida e pode interferir com as atividades normais da pessoa.

Cães podem ajudar as pessoas a manterem hábitos de exercícios diários e oportunidades para participação social (ilustrativa/banco de imagens)

Idosos que têm cães tiveram um risco 40% menor de desenvolver demência comparados com aqueles que não tinham, enquanto gatos tiveram apenas um efeito mínimo, de acordo com uma equipe de pesquisa do Instituto Metropolitano de Tóquio para Geriatria e Gerontologia.

Publicidade

O estudo incluiu 11.194 pessoas com idades entre 65 e 84 anos que cooperaram em uma pesquisa epidemiológica conduzida pelo governo metropolitano, e a equipe de pesquisa examinou a porcentagem de pessoas que desenvolveu demência entre 2016 e 2020.

A “proporção de chances”, a qual indica o risco de desenvolver a doença, foi calculada como 0.6 para donos de cães e 0.98 para quem tem gatos, comparadas com 1 para aquelas que não tinham nenhum dos dois animais.

O membro da equipe Yu Taniguchi, pesquisador sênior no Instituto Nacional para Estudos Ambientais, analisou os resultados do estudo e concluiu que “cães podem ajudar as pessoas a manterem hábitos de exercícios diários e oportunidades para participação social, o que em troca leva a um risco menor de desenvolver demência”.

Demência é o declínio geral das habilidades mentais, como memória, linguagem e raciocínio que persiste por toda a vida e pode interferir com as atividades normais da pessoa e seus relacionamentos.

Fonte: Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Toyota: estreia da primeira mulher como gerente de uma planta de produção

Publicado em 1 de dezembro de 2023, em Sociedade

A primeira mulher nomeada para gerenciar uma fábrica tem um currículo com carreira de sucesso dentro da gigantesca Toyota.

Foto meramente ilustrativa de executiva japonesa (PxHere)

Na quinta-feira (30), a Toyota Motor Corporation anunciou o novo quadro de diretores e executivos a partir de 1.º de janeiro de 2024. 

Publicidade

Quanto aos diretores executivos, o vice-presidente Hiroki Nakajima, que também acumula o cargo de presidente da CV Company, que cuida do desenvolvimento de veículos comerciais, passará a se concentrar no departamento de tecnologia. 

A montadora se prepara para a próxima geração mantendo a estrutura do alto escalão e dos principais executivos sem grandes mudanças.

Além disso, informou que a executiva Yuko Kamata (鎌田祐子) se tornará a primeira mulher a ocupar o cargo de gerente de uma planta da Toyota, a de Kinuura, na cidade de Hekinan (Aichi).

Ela já ocupou cargos de confiança nos Departamentos de Gerenciamento da Unit e de Fabricação do Primeiro Motor na Planta de Shimoyama, sendo que atualmente é diretora do Departamento de Segurança e Promoção da Saúde na Sede de Produção.

Segundo a Toyota, faz parte das ações para alocar com flexibilidade as pessoas certas para os cargos certos. A planta de Kinuura produz peças de sistemas de acionamento, como o sistema de mudança de marchas.

Com ela à frente, pretende promover o recrutamento de recursos humanos diversos para trazer nova competitividade nessa planta.

​Fontes: divulgação e Chubu Keizai Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!