Prevenção de desastres: você está preparado para isso?

No calendário japonês 1.º de setembro é Dia da Prevenção de Desastres. Confira se tem tudo o que precisa em casos de desastre.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Além da mochila de emergência há outras coisas que precisa fazer (Amazon/Mainichi)

A gestão da prevenção de desastres é feita pelas prefeituras de cada cidade japonesa. Mas a responsabilidade pelo zelo de sua vida e de seus familiares é sua.

Publicidade

O Japão é um país onde ocorrem terremotos, tsunamis e tufões. Eles causam desastres devastadores como foram os terremotos de Kobe em 1995 e do Leste do Japão em 2011 ou as chuvas do oeste este ano.

Enchentes, inundações, erupção de vulcões, ondas altas, deslizamentos, incêndios de grande proporção e desmoronamentos podem ocorrer a qualquer momento. Por isso, as prefeituras disponibilizam para todos os residentes materiais impressos chamados de ハザードマップ, lê-se hazaado mappu, o que significa mapa das áreas de risco.

Nas cidades onde não há montanhas, há indicação dos rios que podem transbordar.

Exemplo do mapa de abrigos da cidade de Quioto (Prefeitura)

Outro mapa importante é o dos abrigos em caso de emergência. Chama-se 避難場所マップ, lê-se hinanbasho mappu.

Caso tenha jogado fora os mapas, a dica é pedir na prefeitura. Deixe-os em local visível ou dentro da mochila de emergência.

Prevenção e tipos de avisos das autoridades

No caso de terremoto de intensidade forte, como de magnitude 6, nem é preciso recomendar para se refugiar. Deve ir imediatamente com seus familiares.

Ginásio de esportes de Kumamoto foi um dos locais de refúgio quando ocorreu o terremoto, em abril de 2016 (The Page)

No caso de tsunami busque abrigo em locais altos.

Ao ouvir a palavra hinan, que significa refúgio, deve-se prestar atenção. Há 4 tipos de diretivas das autoridades. Veja abaixo.

  • 避難準備 – hinan junbi – significa preparar-se para possível evacuação
  • 避難勧告 – hinan kankoku – recomenda procurar abrigo, advertindo que o nível de risco aumentou
  • 避難指示 – hinan shiji – instrução para evacuação quando o nível do risco aumentou muito, com perigo de danos intensos
  • 避難命令 – hinan meirei – ordem de evacuação. Busque abrigo imediatamente pois o nível de risco é extremamente alto ou quando já ocorreu o inevitável

Desligar a chave de energia elétrica e também fechar o botão do gás

O que fazer na situação de perigo

Quando a situação de perigo é iminente, procure manter a calma para fazer o que precisa ser feito com lucidez.

  1. Vista-se com roupa confortável. Se estiver chovendo ou nevando use capa e galochas
  2. Se os familiares não estiverem juntos, envie mensagem ou telefone para informar que está indo para o abrigo
  3. Pegue a mochila de emergência, capacete, documentos pessoais e carregador do smartphone ou tablet
  4. No caso de tufão e terremoto, use o capacete. Nunca se sabe de onde pode cair algo na sua cabeça
  5. Antes de sair de casa certifique-se de desligar o gás e, se for o caso, desligue também a chave de luz, para evitar incêndio
  6. Procure seguir as instruções das autoridades da cidade
  7. Evite se deslocar de carro, pois no caso de inundação se tiver mais de 30cm de água corre o risco de danificar o carro. No caso de terremoto nunca se sabe se será possível trafegar. Se tiver vizinhos vá com eles
  8. Procure ficar distante dos rios em dias de chuva e das encostas das montanhas
  9. Procure ser colaborativo no abrigo. Ofereça-se para ajudar pessoas com deficiência e idosos

No caso de tufão

Quando há risco iminente da aproximação do tufão, tome os cuidados necessários, recolhendo tudo o que está no quintal ou varanda. Procure comprar alimentos e água com antecedência.

Fique atento aos noticiários.

Mochila de emergência

A mochila ou kit de emergência é algo que todos da família devem ter. Para saber mais sobre ela toque aqui para ler a matéria.

 

Cidade de Toyooka inundada com a chuva do oeste este ano e uma mochila de emergência (Amazon/Prefeitura)

Se quer saber sobre os produtos alimentícios saborosos que podem entrar na sua mochila, toque aqui.

Caso queira saber de um bracelete de prevenção, toque aqui.

As prefeituras das cidades onde há um grande número de residentes estrangeiros costuma disponibilizar informativos em diversos idiomas. Caso queira ler um exemplo da cidade de Echizen (Fukui), toque aqui para abrir um arquivo em PDF.

Jamais pense “comigo não vai acontecer”. A proteção da sua vida só depende de si mesmo.

Fontes: governo e Pref. Echizen 
Fotos: Pref. Toyooka, Amazon, The Page e Mainichi 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Chuva intensa continua nas regiões central e nordeste do Japão

Publicado em 31 de agosto de 2018, em Tempo

Por causa das fortes chuvas, já houve transbordamento de rios e um deslizamento bloqueou uma estrada deixando pessoas isoladas temporariamente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ar úmido e quente fluiu pelo arquipélago, criando condições atmosféricas instáveis, segundo a AMJ (NHK)

Mais de 20.000 pessoas receberam ordem de evacuação nesta sexta-feira (31) enquanto a chuva intensa causou inundações em partes das áreas central e nordeste do Japão.

Publicidade

A AMJ fez alerta em relação a deslizamentos e inundações em outras áreas enquanto a frente que está trazendo a chuva intensa poderá se deslocar no sentido sul, afetando as regiões leste e oeste até o sábado (1º).

Uma ordem de evacuação foi emitida para 7.956 pessoas na cidade de Nanao (Ishikawa), central do Japão, visto que o Rio Kumaki transbordou. A cidade de Hodatsushimizu, na mesma província, também emitiu ordem de evacuação para 13.337 residentes.

Na província de Yamagata, nordeste do arquipélago, um deslizamento bloqueou uma estrada na vila de Tozawa, isolando temporariamente cinco pessoas. O Rio Mogamioguni, na mesma província, também ficou cheio e uma ponte suspensa sobre ele desmoronou.

Ponte suspensa destruída sobre no Rio Mogamioguni, província de Yamagata (Kyodo)

A chuva torrencial também interrompeu as operações ferroviárias. Os serviços de trem-bala entre as estações de Yamagata e Shinjo, além dos trens expressos limitados Thunderbird e Shirasagi com chegadas e partidas da estação de Kanazawa, na província de Ishikawa, foram suspensos, de acordo com os operadores.

Na manhã desta sexta-feira, 77mm de chuva foram registrados em uma hora na cidade de Wajima (Ishikawa) e 56mm na vila de Kaneyama (Yamagata), de acordo com a AMJ.

Com a frente chuvosa se estendendo do Mar do Japão até a região de Tohoku, ar úmido e quente fluiu pelo arquipélago, criando condições atmosféricas instáveis, segundo a AMJ.

No período de 24 horas até a manhã de sábado, as regiões central e nordeste poderão registrar até 180mm de chuva, e no oeste até 120mm.

Fonte: Japan Today, Kyodo
Imagens: NHK, Kyodo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância