Corvo (Karasu) albino é capturado em Quioto

O corvo raro foi capturado em Quioto. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Por volta das 16h20 de quinta-feira (18), um cidadão informou a prefeitura da cidade que “um pássaro branco estava gritando e batendo as asas fortemente” em uma plantação de arroz de Shirasu, no bairro de Wazuka (Quioto).

Publicidade

Os funcionários da prefeitura, que foram informados sobre a situação, foram ao local e capturaram o corvo.

Segundo eles, o corvo tinha 35 centímetros e era totalmente branco. Aparentemente, ele não estava machucado e estava apenas batendo suas asas e gritando na plantação.

Os funcionários cuidaram do animal na noite de quinta-feira e pretendiam soltá-lo perto de uma montanha na sexta-feira (19).

Yasunori Miyajima, assistente administrativo da divisão de desenvolvimento rural de Wazuka, comentou: “Pensei que era um pombo branco, mas quando cheguei perto percebi que se tratava de um corvo. Nunca um corvo branco foi visto neste bairro. Fiquei espantado. ”

Fonte: NHK News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Ataque cibernético atinge o Japão e deixa 2.000 computadores infectados no país

Publicado em 19 de maio de 2017, em Tecnologia

O ataque cibernético de grande escala atingiu o Japão, infectando 2.000 computadores e 300 pessoas pagaram pelo “resgate”. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Este ataque cibernético de grande escala, que ataca apenas computadores com Windows, chegou no Japão e infectou 2.000 computadores em 600 lugares do Japão.

Publicidade

O vírus denominado “Wanna Cry” criptografa os arquivos do usuário e pede uma “quantia de resgate” de US$300 para liberar o computador.

A maioria dos vírus infecta o computador através de e-mails ou sites duvidosos, contudo, o método de infecção do “Wanna Cry” era desconhecido.

Devido a isso, a JCERT Coordination Center, órgão especializado em segurança para os cidadãos, analisou os casos de computadores infectados no país. Consequentemente, o órgão constatou que os usuários não haviam aberto nenhum tipo de arquivo anexado, e o computador era infectado apenas pelo fato de estar conectado na Internet.

Além disso, o vírus procura outro computador com falha de segurança a partir do computador já infectado, aumentado as vias de infecção.

Inúmeros casos de pagamentos pelo “resgate” no Japão

O “Wanna Cry”, além de criptografar os dados e torná-los inacessíveis, cobra uma quantia de US$300 dólares pelo “resgate dos dados”.

Segundo o Kaspersky Lab, empresa de segurança virtual, existem pelo menos 3 destinos de transferência para pagar o resgate. Analisando o histórico de transferência dessas contas, desde o início do ciberataque no fim da semana passada, foram transferidos US$80 mil (aproximadamente ¥9 milhões) para essas contas até as 13h00 de quinta-feira.

Imagem/Reprodução: Tecnologia UOL

Fazendo uma conta simples, houve aproximadamente 270 casos de pagamento.

Fora isso, o vírus infectou computadores da empresa Hitachi, gerando um grande problema no sistema de e-mails das filiais dentro e fora do país. Computadores da JR também foram infectados, mas não gerou problemas no funcionamento dos trens.

Coreia do Norte pode estar envolvida

Segundo o governo americano, os casos de danos registrados atingiram 300 mil casos em 150 países.

De acordo com a empresa de segurança Symantec, o source code utilizado neste ataque cibernético possui muitos pontos parecidos com um software nocivo norte-coreano.

Contudo, “é uma decisão prematura assumir que os ataques estão envolvidos com a Coreia do Norte. As evidências ainda são fracas e estamos investigando mais provas”, disse a empresa. Espera-se que demore de 2 a 3 semanas para encontrar provas que comprovem o envolvimento.

Fonte: NHK News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades