Brasil tem segundo naufrágio com mortes em dois dias

Lancha vira em Salvador e Brasil tem segundo naufrágio com mortes em dois dias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Corpo de uma das vítimas em Salvador é resgatado (AFP/ Lucio Tavora)

Nova contagem revisa para 18 número de mortos em naufrágio em Salvador

Publicidade

O Departamento de Polícia Técnica de Salvador (DPT) informou no final da tarde de quinta-feira (24) que 18 pessoas morreram em decorrência do acidente na Baía de Todos os Santos com a lancha Cavalo Marinho 1, que ocorreu na manhã do dia. A lancha transportava 129 passageiros e quatro tripulantes. Segundo o órgão, nove corpos passam por identificação no Instituto Médico-Legal (IML) de Santo Antônio de Jesus, cinco estão no IML de Salvador e mais quatro corpos estão sendo levados para a capital baiana.

O capitão de Fragata da Capitania dos Portos, Flávio Almeida, informou que a Marinha encaminhou cinco corpos para o IML de Salvador e que não tinha informações sobre quantos corpos foram encontrados pelos outros órgãos de resgate. Por causa disso, ele confirmou que o número exato de mortos só poderia ser informado pelo IML, que recebe os corpos para identificação.

Mais cedo no dia, a Capitania dos Portos havia informado que 23 pessoas tinham morrido por causa do acidente. A Secretaria de Saúde da Bahia informou que 100 pessoas foram atendidas em hospitais ligados à rede por conta do acidente.

Ainda não se sabe o número de pessoas desaparecidas. Equipes de resgate continuam no local em busca de outras vítimas com vida, o que já foi considerado improvável pelo coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Ivan Paiva.

Número de mortes em naufrágio no Pará sobe para 21

Passou para 21 o número de pessoas mortas no naufrágio da embarcação Capitão Ribeiro, que aconteceu na quarta-feira (23), no Pará. De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), as equipes que trabalham nas buscas das vítimas encontraram na quinta-feira (24) mais 11 corpos. Mais 23 pessoas foram resgatadas com vida e cinco estão desaparecidas.

O navio naufragou em uma região conhecida como Ponte Grande do Xingu, localizada entre os municípios de Senador José Porfírio e Porto de Moz. A embarcação saiu de Santarém com destino a Vitória do Xingu.

Segundo a Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-PA), a embarcação não estava legalizada junto à agência e fazia o transporte de passageiros de forma clandestina.

Via Agência Brasil, AFP

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mais uma província realizará exercício de evacuação para possíveis ataques da Coreia do Norte

Publicado em 25 de agosto de 2017, em Sociedade

Cerca de 850 pessoas vão participar do exercício de evacuação na província de Hyogo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Exercício de evacuação realizado na província de Yamagata em junho deste ano (Asahi)

O governo da província de Hyogo disse na quarta-feira (23) que realizará um exercício de evacuação no dia 17 de setembro na cidade de Nishinomiya, em preparação para um possível ataque de míssil balístico.

Publicidade

O exercício, que também envolve o governo central, será realizado em resposta à recente notícia de um plano para lançar mísseis balísticos que vão sobrevoar o oeste do Japão e cair em águas perto da ilha de Guam, território americano.

Cerca de 850 residentes vão participar e evacuar para centros comunitários e prédios de escolas de ensino fundamental.

No exercício, um sistema wireless da comunidade local será usado para informar aos participantes sobre o lançamento de um míssil e pedirá que todos se refugiem em locais fechados.

Os participantes também vão verificar como se proteger no local se eles não conseguirem ir para as áreas de refúgio a tempo.

Durante o exercício, uma transmissão simulada será feita para anunciar um ataque com êxito por Standard Missile-3, ou SM-3, interceptores dos destróieres Aegis da Força Marinha de Autodefesa.

Fonte: Japan Times
Imagem: Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância