Estrangeiro de Gunma continua foragido e agora sob ordem de busca e captura

Depois de mais de 300 policiais procurarem por ele na quinta-feira, nesta manhã foi dada ordem de busca e captura ao vietnamita.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Guarda Costeira pune barcos da Coreia do Norte que pescavam ilegalmente no Mar do Japão

Publicado em 1 de setembro de 2017, em Sociedade

A Guarda Costeira do Japão puniu barcos pesqueiros da Coreia do Norte com jatos de água. Veja as fotos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Navio de patrulha da Guarda Costeira punindo barco da Coreia do Norte com jatos de água

Segundo a Guarda Costeira do Japão, desde julho deste ano, aumentou o número de barcos que pescavam ilegalmente em Zonas Econômicas Exclusivas (ZEE) do Mar do Japão. Diariamente, dezenas de barcos entravam no Mar do Japão e pescavam ilegalmente.

Publicidade

De acordo com as autoridades, mesmo com os constantes alertas do Departamento de Pescas, havia dias em que eram avistados centenas de barcos na Yamatotai, área de pesca de aproximadamente 12.000km² conhecida pelo incrível número de lulas “Todarodes pacificus” e por sua profundidade relativamente baixa.

Em meados de julho, navios da Guarda Costeira que estavam patrulhando avistaram vários barcos de pesca pequenos de madeira vindos da Coreia do Norte. Os barcos não ficavam concentrados em um único local e se espalhavam por amplas áreas. Todos tinham poucos metros de comprimento e pareciam bastante desgastados. A tripulação era composta de 8~10 pessoas. Os tripulantes limpavam as lulas capturadas e as estendiam em uma corda.

“Os tripulantes tinham consciência de que a pesca não era permitida no local”, disseram fontes da Guarda Costeira. Os navios de patrulha alertaram esses barcos ilegais através de comunicados por alto-falantes e quadros eletrônicos. Contudo, nem todos os barcos obedeceram e continuaram com as atividades ou apenas se moveram para outro local.

Barco da Coreia do Norte que recebeu o alerta do navio de patrulha

Para os barcos que não obedeciam as ordens mesmo com vários navios de patrulha os cercando, a Guarda Costeira os puniu com armas de água. Após terem sido alvejados por jatos de água, os barcos se retiraram do local. Os jatos foram lançados com força moderada para não danificar os barcos, mas eram suficiente para prejudicar a qualidade das lulas, disse fonte da Guarda Costeira.

Barco da Coreia do Norte se retirando após alerta da Guarda Costeira

Os barcos ilegais diminuíram após esse dia e, em meados de agosto, não foi avistado mais nenhum. “Nossos navios de patrulha conseguiram eliminar com eficácia os numerosos barcos da Coreia do Norte”, afirmou a Guarda Costeira.

Fonte: Asahi Shimbun e Sankei News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância