Trump abre as portas para um ataque após teste nuclear da Coreia do Norte

O presidente americano atacou verbalmente o recente teste nuclear da Coreia do Norte, deixando aberta a possibilidade de uma resposta militar contra Pyongyang.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

No domingo (3), a Coreia do Norte disse que testou com “perfeito sucesso” uma bomba de hidrogênio capaz de ser montada em um míssil balístico (ANN)

O presidente americano Donald Trump atacou verbalmente o recente teste nuclear da Coreia do Norte, declarando as ações da nação como “hostis e perigosas” aos EUA e deixando aberta a possibilidade de uma resposta militar contra Pyongyang, divulgou a reportagem do Financial Times.

Publicidade

No domingo (3), a Coreia do Norte disse que testou com “perfeito sucesso” uma bomba de hidrogênio capaz de ser montada em um míssil balístico. O teste, cuja estimativa de potência foi 10 vezes maior que as detonações anteriores, desencadeou um terremoto de magnitude 6.3.

Após uma reunião com o presidente Trump no domingo, o secretário de defesa, James Mattis, apareceu no lado de fora da Casa Branca para alertar a Coreia do Norte que qualquer ameaça aos EUA ou seus aliados iria de encontro com uma “massiva resposta militar”.

O ato da Coreia do Norte provocou forte reação dos presidentes chinês e russo no domingo, que estavam discutindo nos bastidores de uma cúpula do Brics na China. Xi Jiping e Vladimir Putin concordaram em “lidar de forma apropriada” com o recente teste nuclear.

Na Europa, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse que as provocações da Coreia do Norte tinham “atingido uma nova dimensão”.

O teste nuclear conduzido pelo líder norte-coreano Kim Jong-un é a mais recente demonstração de provocação à comunidade internacional, principalmente aos EUA, em meio às elevadas tensões de que Pyongyang está cada vez mais perto de ser capaz de atingir o país com um míssil balístico intercontinental.

No mês passado, Trump alertou sobre “fogo e fúria” se Pyongyang continuasse a ameaçar os EUA após o Norte ter testado um míssil balístico de longo alcance em julho. Quando questionado por um repórter no domingo se os Estados Unidos atacariam a Coreia do Norte, Trump disse: “Veremos”.

Steven Mnuchin, secretário do Tesouro, disse que os EUA continuariam aplicando pressão econômica ao colocar  junto um pacote de novas sanções que cortariam potencialmente todo o comércio global com Pyongyang.

A China tem a opção de cortar o fornecimento de petróleo à Coreia do Norte, mas vem evitando a ação por temores de que isso desencadearia uma crise de refugiados.

A Coreia do Sul condenou o teste de domingo e colocou sua equipe de crise nuclear em operação, enquanto Japão e a China disseram que estavam monitorando os níveis de radiação.

Recentemente, os EUA começaram a impor sanções sobre empresas chinesas ligadas ao programa de armas nucleares norte-coreano. Contudo, alguns especialistas duvidam que a China colocaria pressão suficiente sobre o Norte por causa das preocupações de Pequim em relação ao colapso do regime em sua fronteira.

Fonte: Financial Times
Imagem: ANN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Restaurantes vão receber subsídios para instalar salas separadas para fumantes

Publicado em 4 de setembro de 2017, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

O ministério vai subsidiar parte dos custos para que restaurantes, cafés e outros instalem salas ou espaços exclusivamente para fumantes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O ministério vai subsidiar parte dos custos para que restaurantes, cafés e outros instalem salas ou espaços exclusivamente para fumantes (imagem ilustrativa)

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar tem a intenção de subsidiar parte dos custos para que restaurantes, cafés e outros estabelecimentos relacionados instalem salas ou espaços exclusivamente para fumantes, com início no próximo ano fiscal.

Publicidade

O plano visa encorajar as operadoras de negócios, que estão indecisas em estabilizar salas ou espaços separados devido aos custos, fortalecendo assim medidas para prevenir o fumo passivo.

O ministério vai atribuir cerca de 5.5 bilhões de ienes em seu pedido inicial de orçamento para o próximo ano fiscal para medidas a fim de prevenir o fumo passivo, incluindo subsídios e atividades de esclarecimento. A quantia será 5 vezes maior em comparação ao ano fiscal anterior.

Os subsídios planejados serão fornecidos se as operadoras de estabelecimentos de alimentos instalarem salas com ventiladores exclusivamente para fumantes ou modificar seus interiores para o propósito.

O subsídio individual máximo será de cerca de 2 milhões de ienes. O governo vai bancar metade dos custos para construção e outros gastos que se incluem nessa faixa.

Além dos estabelecimentos de alimentos, o ministério planeja permitir a lojas de comércio, instalações que oferecem acomodações e outros que solicitem os subsídios.

O ministério também planeja aprovar um projeto de lei para revisar a Lei da Promoção de Saúde, a qual inclui medidas para prevenir o fumo passivo, em uma sessão extraordinária da assembleia que será realizada no outono.

Em março deste ano, o ministério anunciou um projeto de plano que visava proibir em princípio o fumo em restaurantes e outros estabelecimentos relacionados.

Contudo, as operadoras de tais estabelecimentos expressaram oposição, citando temores de a proibição poderia afastar os clientes.

Fonte: Yomiuri
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância