Aumento do preço da gasolina, o maior em 2 anos

Pela quarta semana consecutiva a gasolina teve aumento de preço, o mais alto em em 2 anos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O preço por litro da gasolina comum chegou ao patamar de 2 anos atrás com os consecutivos aumentos (autoc-one)

Os preços dos combustíveis aumentaram pela quarta semana consecutiva, atingindo o maior patamar em quase dois anos.

Publicidade

O preço de varejo médio por litro da gasolina comum anunciado pela Agência de Recursos Naturais e Energia foi de 134,90 ienes, com aumento de 1,2 ienes em relação à semana passada. O aumento ocorreu pela quarta semana consecutiva, chegando ao preço mais alto desde o final de setembro de 2015.

Por conta da independência dos curdos iraquianos, a preocupação com o fornecimento do petróleo bruto pelo Iraque, as concessionárias elevaram os preços do atacado.

O Centro de Informação sobre o Petróleo que realizou a pesquisa observou: “a tendência ascendente dos preços do petróleo bruto deverá se estabilizar”.

E emenda: “há uma grande possibilidade de pequena queda nos preços na próxima semana”, prevê.

Fontes: JNN e NHK
Foto: autoc-one 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Professor é demitido após criticar universidade e alunos em rede social

Publicado em 13 de outubro de 2017, em Comportamento

Professor universitário em Gunma é demitido após comentários negativos sobre os alunos e a instituição, além de adulteração de dados de pesquisas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Universidade de Gunma anunciou a demissão disciplinar de um professor de 56 anos da Faculdade de Ciências da Saúde. O nome dele não foi revelado.

Publicidade

Segundo a universidade, o professor escreveu comentários como “essa universidade está perdida”, “os professores da universidade são todos estranhos”. Ele fez outras observações negativas, diversas vezes, sobre a instituição e os alunos no Twitter e também em livros que escreveu, sob um nome fictício.

Além disso, foram constatadas 12 alterações em dados de 4 pesquisas publicadas pelo professor entre 2008 e 2010.

“Não fui eu quem fez as publicações no Twitter”, argumentou o professor para a universidade. O professor também nega a autoria das adulterações dos dados. “As pesquisas foram feitas por outras pessoas e não tenho nenhuma culpa”, disse o professor.

A universidade conseguiu confirmar que os comentários no Twitter foram feitos pelo próprio professor. Em relação às adulterações nas pesquisas, a universidade declarou que “não foi possível determinar se o professor adulterou diretamente, mas ele teve alguma participação”. A demissão dele foi decidida em 5 deste mês, e a carta de demissão foi enviada ao professor no dia seguinte.

“O professor cometeu atos inapropriados que mostram significativa falta de aptidão como profissional. Pedimos nossas sinceras desculpas pelo resultado que compromete a confiabilidade da universidade”, disse a escola.

Fonte: NHK News
Imagem: Gunma University

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância