Grande erupção pode ocorrer no Monte Shinmoe, sul do Japão

Segundo análise de especialistas, uma grande erupção pode ocorrer no Monte Shinmoe, localizado na região Kyushu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em 11 de outubro, o vulcão na cordilheira Kirishima entrou em erupção pela primeira vez desde 7 de setembro de 2011 (ANN/reprodução)

Na quinta-feira (19), o comitê de previsão de erupção vulcânica do Japão ofereceu uma análise de que uma grande erupção pode ocorrer no Monte Shinmoe, Shinmoe-dake, na região de Kyushu, sudoeste do Japão.

Publicidade

Ao se reunirem na cidade de Kagoshima (província homônima), altos membros do comitê analisaram recentes atividades do vulcão que se estende pelas províncias de Kagoshima e Miyazaki.

Após a reunião, Kazuhiro Ishihara, professor honorário da Universidade de Quioto e presidente do comitê, disse em uma conferência de imprensa que a quantidade de magma que está se acumulando sob a montanha atingiu cerca do nível visto em 2011, quando a grande erupção anterior ocorreu.

Se uma grande quantidade de magma é abastecida ainda mais, pode haver uma grande erupção, de acordo com a perspectiva consensual dos membros da comissão.

Em 11 de outubro, o vulcão na cordilheira Kirishima entrou em erupção pela primeira vez desde 7 de setembro de 2011. A montanha ficou silenciosa na terça-feira (17), contudo, a Agência Meteorológica do Japão (AMJ) manteve o nível de alerta vulcânico a 3, em uma escala que vai até 5.

Fonte: Jiji
Imagem: ANN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Imperatriz Michiko faz 83 anos

Publicado em 20 de outubro de 2017, em Sociedade

Em seu aniversário de 83 anos, a imperatriz do Japão fez reflexões sobre acontecimentos passados.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

A imperatriz do Japão, Michiko, faz 83 anos nesta sexta-feira (20).

Ela fez reflexões sobre acontecimentos passados em sua resposta escrita às perguntas dos repórteres.

A imperatriz fez referência ao grande número de pessoas que ainda está vivendo em habitações temporárias como resultado das fortes chuvas que afetaram a região de Kyushu em julho e o terremoto e tsunami de 2011 que atingiu o nordeste do Japão.

Ela expressou todo seu desejo de que os evacuados não percam a esperança e que passem a temporada de inverno que se aproxima cuidando bem de suas saúdes.

A imperatriz apontou que uma lei especial vai permitir a seu marido, o imperador Akihito, abdicar ao trono. A assembleia aprovou a legislação em junho.

Ela acrescentou que o imperador explorou por muitos anos o que o símbolo de estado deveria ser e que sente um alívio imensurável, já que o imperador, agora em idade avançada, poderá desfrutar de dias de descanso. Ela escreveu que está profundamente agradecida às várias pessoas que tornaram isso possível.

A imperatriz escreveu que suas viagens nacionais com o imperador no último ano foram muito emocionantes, visto que ela pensou que nunca mais poderia visitar as províncias com ele em suas competências oficiais. Ela salientou que admirou a beleza desses locais mais profundamente do que antes.

Ela também mencionou a Campanha Internacional para Abolição de Armas Nucleares, ou ICAN. A organização não governamental, neste ano, ganhou o Prêmio Nobel da Paz.

A imperatriz reconheceu que a posição do Japão é complicada sobre a questão de armas nucleares. Contudo, ela acredita ser imensamente significante que a atenção global finalmente se virou para a desumanidade das armas nucleares e resultados horríveis de seu uso após muitos anos de esforços realizados por sobreviventes dos bombardeios atômicos de Hiroshima e Nagasaki.

A imperatriz Michiko espera que o mundo perceba que os corações daqueles sobreviventes nunca procuraram vingança, o que criaria uma corrente de combate, mas têm buscado constantemente paz para o futuro.

Fonte e imagem: NHK

Salvar

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância