Shiseido construirá primeira fábrica no Japão em 36 anos

Para atender a demanda com o aumento das vendas para estrangeiros, a Shiseido vai construir sua primeira fábrica em 36 anos na província de Tochigi.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Cerca de um quarto das vendas globais da Shiseido na primeira metade deste ano foram para clientes chineses

A Shiseido Co. investirá cerca de 40 bilhões de ienes ($353 milhões) na construção de sua primeira fábrica em 36 anos para atender a crescente demanda por parte dos (turistas) estrangeiros, anunciou a gigante dos cosméticos na quinta-feira (19).

Publicidade

A fábrica será construída em Otawara (Tochigi) e poderá ser aberta no ano fiscal de 2019.

Ela é projetada para satisfazer a crescente demanda por produtos da Shiseido tanto no Japão quanto no exterior, disse a empresa, salientando que as vendas para estrangeiros são particularmente sólidas.

Loções e outros produtos para pele vendidos em farmácias nacionais e outros locais serão produzidos nessa fábrica de Tochigi, que ocupará uma área de 38 mil metros quadrados.

A Shiseido tem observado que suas vendas para turistas do exterior, principalmente os da China, estão crescendo de forma substancial.

Cerca de um quarto das vendas globais da Shiseido na primeira metade deste ano foram para clientes chineses.

Fonte: Asahi
Imagem: Bank Image

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Defeito no Wi-Fi em computadores e celulares pode causar danos graves

Publicado em 21 de outubro de 2017, em Tecnologia

Defeito (vulnerabilidade) no padrão do Wi-Fi pode deixar computadores e smartphones suscetíveis a ataques de hackers.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Foi descoberto um defeito (ou uma vulnerabilidade) no padrão de LAN sem fio, o famoso Wi-Fi, em computadores. Esta tecnologia utiliza uma criptografação de conexão denominada WPA2, que possui uma falha de segurança. O fato foi divulgado por pesquisadores belgas na última semana.

Publicidade

Segundo os pesquisadores, a falha permite que hackers se infiltrem na conexão de autentificação por Wi-Fi entre dispositivos e vejam o conteúdo das informações trocadas, abrir sites ilegais e até infectar a máquina com vírus.

Este defeito encontrado se restringe à estrutura do Wi-Fi, mas pode influir na conexão à Internet sem fio de computadores e smartphones. Segundo a Agência de Promoção à Informação e Tecnologia (IPA) do Japão, ainda não foram relatados danos causados pela falha.

A IPA pede que os consumidores apliquem imediatamente os programas de correção fornecidos pelas empresas.

Windows e Apple

A Microsoft, que distribui o Windows, distribuiu um programa de correção em 10 deste mês e, caso o computador esteja programado a se atualizar automaticamente, o problema já foi resolvido.

A Apple anunciou que distribuiria o programa em algumas semanas. Segundo a empresa, quando o programa for distribuído, aparecerá uma mensagem na tela dos computadores e smartphones. A empresa pede que os usuários baixem-no assim que a mensagem foi emitida.

A Buffalo e I-O DATA, responsáveis pela venda de rooters de conexão à Internet, informaram que, assim que o programa esteja finalizado, será distribuído nacionalmente.

“É importante tomar as medidas corretas”, diz especialista

Shigeru Watabe, da Associação Nacional de Segurança do Smartphone, empresa especializada em tecnologias de conexão à Internet e outros, enfatizou a importância de instalar os programas distribuídos pelas empresas. “Caso esse defeito seja utilizado para fins maliciosos, há a possibilidade de muitos dados serem roubados. O Wi-Fi não é apenas utilizado em smartphones e computadores, mas também de dispositivos IoT como impressoras e câmeras, logo é importante aplicar os programas de correção distribuídos por essas fabricantes.”, disse Watabe.

“Para se aproveitar dessa falha é necessário um conhecimento extremamente alto na área e (o hacker) deve estar a poucos metros das ondas de rádio do Wi-Fi. Por mais que esse defeito foi encontrado, isso não muda o fato da altíssima segurança proporcionada pela criptografação do Wi-Fi. Logo não aconselho a troca para outros sistemas de baixa segurança”, completa.

Watabe disse que é importante as pessoas não se desesperarem porque as empresas já identificaram o erro e estão desenvolvendo os programas de correção.

Fonte: NHK News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância