O belo fenômeno das ‘flores de gelo’ no lago em Hokkaido

As flores de gelo – ou de geada – surgindo na superfície do lago congelado é uma cena de inverno inesquecível.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Carpete de “flores de gelo” sobre o lago congelado (Kushiro Lake Akan)

O fenômeno da flor de gelo surge só na época de inverno. E, mesmo assim, somente em condições particularmente congelantes, a temperaturas de 15 graus negativos ou menos. Além do mais, surgem somente pela manhã e quando não há muito vento.

Publicidade

Como um fenômeno natural perfeito, elas são formadas pelo vapor que se cristaliza na superfície de lagos congelados, dando a aparência de flores. Há poucos locais no Japão onde todas as condições são ideais para contemplar a beleza desse fenômeno e um deles está no leste de Hokkaido.

O Lago Akan em Hokkaido é o melhor local para apreciar a beleza das flores de gelo. Ele tem o ambiente e condições climáticas perfeitas e o fenômeno, que é normalmente visto em dezembro e janeiro, ainda pode ser presenciado até o início de março.

Os visitantes podem contratar um tour guiado para conhecer a área e observar as flores congeladas.

Flores de gelo em 8 de fevereiro

Segundo o jornal Asahi, as flores surgiram na fina superfície do Lago Akan, onde as condições eram ideais no início da manhã de 8 de fevereiro: céu limpo, sem vento e temperaturas de 15 graus negativos ou menos.

A temperatura mais baixa do dia caiu para 20.5 graus negativos e várias flores surgiram.

O Lago Akan em Hokkaido estava adornado com um carpete de “flores de gelo” em frente ao Monte Oakan em 8 de fevereiro de 2018 (Asahi)

Os visitantes poderão ter sorte em ver as flores de gelo em partes do lago, incluindo ao redor do Monte Bokke, um vulcão localizado ao leste, até o final de fevereiro se as condições certas se repetirem, de acordo com o Akankohan Eco-Museum Center.

Fonte e imagens: Kushiro Lake Akan, Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Casos de influenza atingem novo pico pela 3ª semana consecutiva

Publicado em 10 de fevereiro de 2018, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Segundo especialistas, a ausência de febre alta deixa as pessoas alheias de que estão carregando o vírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma pessoa pode ser infectada com mais de um tipo de influenza nesta temporada devido às três variações de vírus que estão se espalhando ao mesmo tempo

A epidemia de influenza atingiu novo pico pela terceira semana consecutiva, informou o ministério da saúde na sexta-feira (9), sendo que a ausência de febre alta deixa as pessoas alheias de que estão carregando o vírus.

Publicidade

O número médio de pacientes infectados atingiu uma nova alta de 54.33 por instituição médica durante a mais recente contagem para a semana até 4 de fevereiro, com a maioria dos pacientes infectados pelo tipo B da influenza.

Especialistas médicos temem que alguns pacientes infectados com o tipo B estão espalhando o vírus inconscientemente em locais de trabalho e escolas, enquanto eles não consideram seus sintomas como sendo os da influenza.

O recente número foi calculado pelo daquele de pacientes que contraiu influenza reportado em cerca de cinco mil instituições médicas que são designadas como pontos fixos de monitoramento em todo o Japão, entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro. O número para a semana anterior foi de 52.35.

Todas as províncias excederam muito o nível de alerta para influenza

Cerca de 2,82 milhões de pessoas foram infectadas pela influenza em todo o país, alta dos 2,74 milhões durante a semana até 28 de janeiro.

Por província, Oita teve a taxa mais alta (77.09), seguida por Fukuoka (69.96), Saitama (68.29), Kanagawa (66.31) e Kochi (66.19), de acordo com o ministério da saúde.

Todas as 47 províncias excederam e muito o nível de alerta de 30, disse o ministério.

Por faixa etária, aqueles com idades entre 5 a 9 anos representaram a maioria, com uma estimativa de 620 mil casos.

O tipo B da influenza foi o mais detectado nos pacientes

O tipo B do vírus foi responsável por 51.8% dos pacientes que foram atendidos em instituições médicas em todo o país ao longo das cinco semanas até 4 de fevereiro.

Geralmente, o tipo B surge em fevereiro e março, mas este ano começou a se espalhar mais cedo que o normal.

Ao longo do mesmo período, o tipo A Hong Kong foi responsável por 26.2% das infecções, enquanto o tipo A (H1N1), que causou uma epidemia na temporada 2009-2010, foi responsável por 22% dos casos.

Especialistas médicos alertaram que uma pessoa pode ser infectada com mais de um tipo de influenza nesta temporada devido às três variações de vírus que estão se espalhando ao mesmo tempo.

Fonte: Asahi
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância