Empresária é presa suspeita de assassinato do irmão, com disfarce de suicídio

Dona de uma empresa de construção civil foi presa suspeita de ter assassinado o irmão mais novo, disfarçando o caso como suicídio.

Empresária presa sob suspeita do assassinato do irmão (à dir.) disfarçado de suicídio (JNN)

Sob suspeita de assassinato a empresária Akemi Adachi, 44 anos, japonesa, dona de uma empresa de construção civil, em Sakai (Osaka), foi presa nesta quarta-feira (20).

Publicidade

Em 27 de março deste ano seu irmão, Masamichi, 40, empresário, foi encontrado morto no banheiro de sua casa. Os exames constataram que ele ingeriu indutor do sono. Ela teria simulado suicídio dando-lhe o medicamento e depois o intoxicou por inalar monóxido de carbono, através do yeontan, briquete de carvão sul-coreano usado para aquecer ou cozinhar.

Segundo a polícia o irmão teria telefonado para a esposa dizendo que iria passar na casa dos pais, antes do seu retorno. Mais tarde, a irmã mais velha, a que foi presa, teria ligado para a cunhada dizendo que não encontrou seu irmão. “Venha logo”, teria dito.

Irmão assassinado e pai com morte cerebral

A empresa da suspeita fica no mesmo prédio que a residência da família. A esposa o encontrou no banheiro do segundo andar, encostado na parede.

Depois, a irmã mais velha entregou uma carta de despedida do irmão para a cunhada. Ela achou o conteúdo estranho e sem sentido, por isso se consultou com a polícia.

Há 2 meses o pai da suspeita, de 67 anos, foi levado para o hospital, com hipoglicemia. Ele se encontra em estado de morte cerebral. A polícia investiga o caso como relacionado ao assassinato do irmão.

“Não fiz isso”, nega a suspeita na delegacia.

Fontes: Sankei e JNN Foto: JNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Copa do Mundo: torcedores japoneses impressionam ao limpar estádio após jogo

Publicado em 20 de junho de 2018, em Notícias do Mundo

Equipados com sacos de lixo, torcedores japoneses marcharam pelas fileiras recolhendo o lixo, para deixar o local tão limpo como encontraram.

Após o jogo onde o Japão venceu a Colômbia, torcedores japoneses limparam meticulosamente as fileiras e assentos no estádio onde torceram pelo seu time (NHK)

Após uma partida quente de Copa do Mundo, as arquibancadas geralmente ficam repletas de lixo, como restos de comida, copos e embalagens espalhadas por todos os lugares no furor do momento.

Publicidade

E os torcedores japoneses tinham razão para ir à loucura na noite de terça-feira (19). O time japonês venceu seu jogo de abertura, derrotando a Colômbia por 2 a 1, garantindo a primeira vitória da equipe contra um lado sulamericano.

Contudo, após a vitória, torcedores japoneses também fizeram a sua parte: limparam meticulosamente as fileiras e assentos no estádio onde torceram pelo seu time.

Equipados com sacos de lixo grandes que eles trouxeram consigo, os torcedores japoneses marcharam pelas fileiras recolhendo o lixo produzido por eles, para deixar o local tão limpo como encontraram.

Veja o vídeo postado no Twitter:

E essa não é a primeira vez – torcedores do “Samurai Blue” nunca falharam em aderir às suas boas maneiras.

Durante a Copa de Mundo de 2014 no Brasil, torcedores japoneses atraíram elogio internacional quando foram vistos recolhendo o lixo e os colocando em sacos plásticos azuis que eles haviam trazido consigo após o final de um jogo.

“Não é somente parte da cultura do futebol, mas parte da cultura japonesa”, disse Scott Mclntyre, jornalista futebolístico que trabalha no Japão, à BBC. Ele está na Rússia acompanhando o time e não ficou surpreso pela natureza, de alguma forma diferente, dos fãs do Samurai Blue.

“Você geralmente ouve as pessoas dizerem que o futebol é um reflexo de cultura. Um aspecto importante da sociedade japonesa está garantindo que tudo esteja absolutamente limpo e isso é o caso em todos os eventos de esportes e certamente também no futebol”.

Um hábito construído desde a infância

É algo que vem como surpresa para muitos estrangeiros que comparecem a jogos no Japão.

“Eles podem deixar uma garrafa ou qualquer tipo de embalagem de comida no chão, mas alguém vai pedir para limpar ou levar o lixo para casa, mas não podem deixá-lo ali”, diz Mclntyre.

É um hábito ensinado aos japoneses desde a infância.

“Fazer a limpeza após partidas, como as de futebol, é uma extensão de comportamentos básicos que são ensinados na escola, onde as crianças limpam suas salas de aula e corredores”, explica Scott North, professor de sociologia na Universidade de Osaka.

“Com lembretes constantes desde a infância, esses comportamentos se tornam hábitos para a maioria da população”.

Em uma matéria publicada pelo site Sora News, um usuário do Twitter mostrou que até alguns torcedores colombianos ajudaram os japoneses a limparem o estádio. Veja a postagem abaixo:

Fonte: BBC, Sora News
Imagem: Twitter, NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Empregos no Japão - HUMAN