Mapa mais antigo do Japão: saberia usá-lo?

Um mapa inteiro e bem conservado foi encontrado e avaliado como o mais antigo do Japão. Era um mapa como esse que dava orientação às pessoas.

Fotos: Pexels e Sankei

Os mapas digitais levam as pessoas para onde quiserem, em qualquer parte do mundo. Basta ter um computador, laptop, tablet ou smartphone. Simples assim.

Publicidade

Agora, imagine uma pessoa dos séculos passados querendo viajar de Tóquio a Kyushu, por exemplo. Além da bússola, como ela faria para encontrar os locais desejados? Certamente usava um mapa, mesmo não tão preciso quanto os digitais da atualidade.

A verdade é que hoje é inimaginável uma pessoa se orientar por um mapa do país, de papel. Ainda mais medindo apenas 120 x 60 cm. 

Raridade: mapa mais antigo do Japão

Mas era assim na antiguidade. Foi encontrado um mapa de séculos anteriores, do Japão, dentre as peças de um colecionador de antiguidades. Ele é de Fukuchiyama (Hiroshima) e cedeu para o Museu de História da cidade.

Nesse mapa original estão desenhadas as províncias do Japão da época, exceto Hokkaido. Tem também assinalado nessa folha os locais importantes, como portos e cidades. O mapa foi confeccionado em uma folha de papel do tipo washi.

O representante do Museu de História da Província de Hiroshima anunciou nesta sexta-feira (15) que se trata do mapa mais antigo do Japão, encontrado inteiro.

Foi reconhecido como sendo de meados do século 14. Até então, já foram encontrados outros mapas, mas não inteiros, e também não com o mesmo estado de conservação como esse apresentado.

Raridade: mapa mais antigo do Japão assinala as províncias, com seus portos e locais mais importantes da época. Mede 120 x 60 cm (Sankei)

Fonte e foto: Sankei 
Foto ilustrativa: Pexels

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Trump aprova tarifas pesadas sobre produtos importados da China

Publicado em 15 de junho de 2018, em Notícias do Mundo

Donald Trump aprovou tarifas pesadas adicionais sobre dezenas de bilhões de dólares em produtos importados da China.

É provável que as novas tarifas agravem a contínua série de negócios entre as duas maiores economias do mundo (NHK)

A mídia dos EUA divulgou que o presidente Donald Trump aprovou tarifas pesadas adicionais sobre dezenas de bilhões de dólares em produtos importados da China.

Publicidade

Veículos de comunicação, incluindo o Wall Street Journal, disseram que Trump deu o sinal verde na quinta-feira (14). Segundo os jornais, oficiais do comércio anunciarão quais produtos estão sujeitos às tarifas nesta sexta-feira (15).

A administração de Trump lançou um plano inicial em abril para tarifar 25% sobre uma ampla variedade de produtos chineses e disse que a medida era em resposta à violação da China de direitos de propriedade dos EUA.

Desde então, os dois países vêm negociando a questão.

A mídia dos EUA disse que não está claro quando as tarifas entrarão em vigor, mas que cerca de US$ 50 bilhões de produtos serão afetados.

Os EUA já impuseram tarifas pesadas sobre produtos de aço e alumínio originários da China, citando preocupações de segurança nacional.

É provável que as novas tarifas agravem a contínua série de negócios entre as duas maiores economias do mundo.

O principal diplomata do governo chinês, o conselheiro de estado Wang Yi, disse que o país estava preparado para responder se Trump fosse em frente com as tarifas.

Fonte e imagem: NHK, USA Today

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!