Conheça a Ilha do Campeche, um paraíso localizado no litoral catarinense!!

O mochileiro Adriano Marques nos trouxe belíssimas imagens da lha do Campeche, a Cancún brasileira em Santa Catarina!! Vamos conhecer?

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilha do Campeche, a Cancún brasileira

Por Adriano Marques

Publicidade

Nossa segunda viagem deste ano de 2017 começa com esse nascer do sol espetacular!!

Encontramos um paraíso diante de nossos olhos!! Sim, a Ilha do Campeche em Florianópolis, Santa Catarina é um dos mais belos oásis paradisíacos do Brasil e do mundo!

 

Começando pelo povo alegre e comunicativo da Praia da Armação, de onde saem as embarcações que levam todos até a ilha. Todos os barcos de transporte para Ilha do Campeche saindo da Praia da Armação fazem parte da Associação de Pescadores local. Pescadores estes que foram muito educados, respeitosos e nos atenderam e apoiaram com o maior carinho possível em nossa viagem.

O passeio custa R$90,00 ida e volta, e crianças até 6 anos não pagam. Ao chegar na Ilha de Campeche, o desembarque é realizado na única praia da ilha. Há pontos muito bem sinalizados na beira da praia fazendo com que todos tenham contato imediato com a água cristalina e de temperatura agradável do local.

Todos os passeios na ilha são realizados por monitores ambientais especializados, como o Guilherme Silva, que nos atendeu e orientou junto aos demais. É proibido percorrer qualquer trilha ou passeio na ilha sem a presença de um monitor ambiental.

A ilha possui 1.500 metros de extensão, tendo somente uma praia com 800 metros, e o principal passeio é a ida até a Pedra da Vigia, ao sul da Ilha do Campeche, onde a vista é surpreendente.

Da Pedra da Vigia pode-se ter a visão total de Florianópolis, capital catarinense, e em especial a Praia da Joaquina. Como nos orientou o monitor ambiental David, A Pedra da Vigia leva esse nome devido aos pescadores que ali ficavam para observar e avisar quando avistavam as baleias para captura.

Na ilha a vegetação possui tanto espécies da mata Atlântica como do cerrado, tendo até mesmo alguns tipos de cactos do sertão nordestino. Para explorar as trilhas, o custo é em média de R$10 a R$20, e todas valem a pena como podem conferir nas imagens, em especial a trilha da Pedra Preta com desenhos rupestres.

O mergulho custa em torno de R$45,00 e já inclui o aluguel da roupa, máscara, snorkel, monitor e condução através de embarcação de pesca artesanal. Esse passeio é um caso a parte, devido a beleza do mar, transparência da água de até 6 metros dependendo das condições do clima e uma variedade infinita de animais como tartarugas, peixes diversos, cavalos marinho, além de que em determinadas épocas é possível avistar baleias orcas que buscam as águas da ilha para se reproduzirem.

Além dos animais como o quati (que vale lembrar são silvestres e roubam todo e qualquer tipo de objeto e comida), que requer uma atenção especial devido aos dentes e garras afiadas, e as aves nativas que são o Tié-sangue, ave em extinção e a Saíra 7 cores, que infelizmente não conseguimos registrar.

Existe um limite permitido de visitantes na ilha, portanto garantam sua passagem assim que chegarem na Praia da Armação em Florianópolis, e bom passeio!

Para encerrar, não posso deixar de agradecer o apoio e a atenção total recebida pelo Sr. Aldori Alves de Souza – tesoureiro da Associação de Pescadores da Praia da Armação, do IPHAN – Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional (www.iphan.gov.br), do Sr. Beniga (Manoel Joaquim Da Silva), pescador desde 1956 com o Barco Baleieira Marina II, que é o barco que leva todos ao mergulho e que segundo ele, é o mais antigo e mais bonito da ilha, assim como ao seu filho Gustavo de Oliveira.

Dica importante: leve protetor solar!!

Na ilha há um restaurante que serve refeições, mas vale a pena levar um lanche e água.

Os barcos costumam ficar em média de 4 horas na ilha, portanto fique atento para não perder a hora do embarque, já que normalmente é pago ida e volta no mesmo barco.

Minasama, é isso aí! Espero que tenham gostado, O mochileiro Adriano Marques fica por aqui e convida a todos para virem conhecer esses e outros locais do Brasil e do mundo!! Em breve novas expedições e você claro, vem na mochila comigo!!

Gostou da matéria? Deixe seu comentário abaixo!!!

Adriano Marques, fotógrafo e mochileiro

São Paulo – Brasil.

Instagram: @omochilero – https://www.instagram.com/omochilero/

Facebook: Adriano Marques – https://www.facebook.com/adriano.marques.5036

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Governo planeja conduzir pesquisa com residentes estrangeiros

Publicado em 25 de fevereiro de 2019, em Sociedade

O Ministério da Justiça planeja conduzir o estudo em antecipação a um aumento no número de estrangeiros que moram no Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Parte das preparações para aceitar mais trabalhadores do exterior com início em abril (imagem ilustrativa/banco de imagens)

O governo japonês conduzirá uma pesquisa nacional de residentes estrangeiros como parte das preparações para aceitar mais trabalhadores do exterior com início em abril.

Publicidade

O Ministério da Justiça planeja conduzir o estudo em antecipação a um aumento no número de estrangeiros que moram no Japão.

Um questionário será enviado a residentes estrangeiros no país perguntando o que causa problemas ou inconveniência em suas vidas diárias e se eles sofrem discriminação.

Oficiais do ministério planejam elaborar medidas de apoio para residentes estrangeiros enquanto considera os resultados desse estudo.

O ministério ainda não decidiu quando exatamente a pesquisa será conduzida e quantos estrangeiros serão convidados a participar.

Em 2016, uma pesquisa similar foi realizada pelo ministério em Tóquio, Osaka e outras cidades em resposta a problemas envolvendo discursos de ódio.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância