Três japoneses sequestrados na Tailândia: sul-coreano preso

A polícia da Tailândia prendeu um sul-coreano que sequestrou 3 japoneses e obteve mais de 10 milhões de ienes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Sul-coreano sequestrou 3 japoneses na Tailândia (News24)

Na quinta-feira (31) o noticiário News24 informou que as autoridades tailandesas prenderam Geonil Hwang, sul-coreano, de 27 anos, sob suspeita de permanência ilegal.

Publicidade

Esse elemento teria mantido 3 japoneses, de ambos os sexos, presos em um apartamento no centro de Bangkok, no período de setembro a janeiro deste ano.

“Se não me der o dinheiro mato a família”, teria dito aterrorizando os sequestrados. Os três pediram para amigos do Japão enviarem, no total, cerca de 11 milhões de ienes.

Eram torturados seguidamente, com frigideira quente, entre outras agressões. Segundo um dos sequestrados o sul-coreano dizia “vocês não podem fugir nem sair do país pois tenho conhecidos da máfia e autoridades tailandesas”.

“Mesmo querendo fugir estávamos sob terror que não conseguimos escapar”, declarou um dos sequestrados.

Os três japoneses depuseram na polícia local e mostraram as marcas das agressões. Por outro lado o sul-coreano nega o sequestro.

Fonte: News24

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Acordo de livre comércio entre Japão e União Europeia entra em vigor

Publicado em 1 de fevereiro de 2019, em Economia

Sob o acordo entre o Japão e a UE assinado em julho e ratificado em dezembro, os consumidores terão acesso a produtos alimentícios importados mais baratos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Produtos alimentícios importados, como queijos, ficarão mais baratos (NHK)

O acordo de parceria econômica do Japão com a UE- União Europeia entrou em vigor nesta sexta-feira (1º), criando uma área de comércio livre que cobre cerca de um terço da economia mundial.

Publicidade

O pacto eliminará tarifas sobre a maioria do comércio recíproco, o qual cobre mercados de mais de 600 milhões de pessoas, encoraja investimento de negócios e garante a proteção de direitos de propriedade intelectual, visto que o Japão e a UE esperam estabelecer uma forte corrente ao crescente protecionismo em meio a uma guerra de tarifas entre os EUA e a China.

Sob o acordo assinado em julho e ratificado em dezembro após cinco anos de negociações, os consumidores terão acesso a produtos alimentícios importados mais baratos, enquanto a eliminação de tarifas sobre produtos industriais ajudará a reduzir custos para os exportadores.

O Japão eliminará tarifas em 94% de suas importações da UE, incluindo produtos agrícolas. A UE eliminará tarifas em 99% das importações do Japão.

Preços de bebidas importadas, como vinhos, também serão reduzidos (NHK)

Se preparando para a remoção imediata de 15% das tarifas assim que o acordo entra em vigor, as redes japonesas Aeon e a Seven & I Holdings já prometeram reduzir os preços sobre vinhos importados da UE, lar para grandes produtores de vinho como a França, Itália e Espanha.

O mercado japonês de queijos também está preparado para ver um influxo de produtos mais baratos da UE, um vento contrário para produtores de queijo no país, mas uma oportunidade para melhorar a competitividade global.

A tarifa existente de 29.8% imposta pelo Japão sobre queijos duros como gouda e cheddar será reduzida para zero em estágios ao longo de 16 anos. Para queijos macios como muçarela, o país estabelecerá uma cota e a tarifa será removida completamente ao longo do mesmo período de tempo.

É provável que as montadoras japonesas, as quais exportaram mais de 640 mil veículos em 2017 para a UE, se beneficiem com o acordo, visto que a atual tarifa de importação de 10% será reduzida para zero ao longo de oito anos.

A proteção de direitos de propriedade intelectual é outro elemento principal do acordo.

O Japão e a UE vão proteger cada um os nomes de produtos associados a sua origem chamado de “indicações geográficas”, como a carne bovina de Kobe e o saquê japonês.

De acordo com uma estimativa do governo, a iniciativa do acordo proporcionará um estímulo de aproximadamente 5 trilhões de ienes à economia e aumentará o PIB real do Japão em cerca de 1%. Quando combinado com o revisado acordo da Parceria Transpacífico, estima-se um impacto econômico na casa dos 13 trilhões de ienes.

O pacto eliminará tarifas sobre a maioria do comércio recíproco (NHK)

Fonte: Kyodo, Japan Today

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância