Agência do Consumidor alerta sobre produtos que prometem prevenção ao novo coronavírus

Com a propagação do novo coronavírus há também uma gama de produtos vendidos online com promessas sem fundamento, de prevenção. Cuidado!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Print do post no Twitter (CAA)

Na terça-feira (10) a CAA-Agência Nacional do Consumidor publicou 2 posts relacionados ao novo coronavírus. 

Publicidade

Um deles é sobre a proibição de revenda de máscaras a preços superiores ao normal, a partir de 15 deste mês. Independente se é empresa ou pessoa física, o governo proibiu por causa da especulação em torno do produto. Os que persistirem serão punidos, com prisão ou pagamento de multa. 

O outro é um alerta aos consumidores sobre diversos produtos que prometem proteção ou prevenção contra o novo coronavírus. 

Ela encontrou 46 produtos de 30 empresas, com vendas na web, no período de 25 de fevereiro a 6 deste mês, desde alimentícios a eletrônicos. Entre eles há chá de dandelion, ou dente de leão, cuja empresa promete combater o vírus, mas não há fundamento, segundo a agência.

“Através dos íons negativos mata o coronavírus”, promete um fabricante de purificador de ar, ou um fabricante de natto indicando que o “peptídeo contido nesse alimento destrói a membrana de bactérias causadoras de pneumonia”.

…as indicações de efeitos preventivos carecem de objetividade e racionalidade

As características do novo coronavírus não foram esclarecidas e os testes em instalações privadas não são possíveis, portanto, as indicações de efeitos preventivos carecem de objetividade e racionalidade no momento. 

Esses fabricantes estão violando as leis de rotulagem e a de promoção da saúde. A agência pediu aos vendedores dos produtos para melhorar seus rótulos e aos operadores dos sites para verificar se produtos similares foram listados.

O responsável pela agência disse “não há nenhum produto que tenha base para seu efeito preventivo no momento. Ao invés de se deixar levar por esses rótulos pedimos que lave bem as mãos e tome outras medidas corretas”.

Fontes: CAA e Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Governo anuncia chegada do primeiro lote de máscaras de Myanmar

Publicado em 11 de março de 2020, em Sociedade

Um fabricante japonês com indústria em Myanmar despachou caixas de máscaras e o governo anunciou a chegada. Muitos posts de agradecimento.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Caixas do primeiro lote de máscaras (METI)

Com a falta de máscaras no mercado interno empresas japonesas com indústrias em Myanmar despacharam o primeiro lote para o Japão. 

Publicidade

O METI-Ministério da Economia, Comércio e Indústria informou através de sua conta no Twitter a chegada desse lote de 20 milhões de unidades, todas de gaze, adquiridas pelo governo. 

Duas fotos mais texto foram publicados às 22h08 de terça-feira (10).

“Com a cooperação das empresas, estamos nos preparando para enviá-las para as instituições que cuidam dos idosos e das pessoas com deficiência, além das creches e outras que atendem as crianças cujas escolas estão com aulas suspensas”, explicou em texto. 

A reação dos seguidores foi imediata. Muitos deles postaram palavras de agradecimentos aos funcionários de Myanmar que trabalham 24 horas para atender essa demanda.

A fabricante Kowa, de Nagoia (Aichi), informou em 5 deste mês que no primeiro lote despacharia 15 milhões de unidades de máscaras de gaze, ainda este mês, e depois mais 50 milhões. 

Outra que informou o mesmo é a indústria Matsuoka, de Fukuyama (Hiroshima), em 4 deste mês. Todas são produzidas em Myanmar. 

Fontes: METI, Sankei, Chugoku NP e NNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância