‘Comprem mais flores’ pede governo

O ministro explicou detalhadamente o motivo de seu apelo para que a população compre mais flores.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ramalhete de flores (Flickr)

Taku Eto, Ministro da Agricultura, Florestas e Pescas-MAFF, realizou uma coletiva de imprensa na sexta-feira (6) para fazer um pedido especial à população do país. 

Publicidade

Cercado de flores e com uma rosa natural na lapela fez um apelo “comprem mais flores”. E sugeriu que no White Day, dia de retribuição dos chocolates, deem buquê ou arranjos de flores naturais. 

Ministro Eto, cercado de flores e com uma rosa na lapela (NHK)

Explicou o motivo, grave para os produtores. Com a disseminação do novo coronavírus cerimônias de formatura e despedida, além de festas de casamento e outros eventos foram cancelados. Com isso agrava-se o problema de excesso de flores no mercado, as quais seriam destinadas a essa imensa quantidade de eventos que estavam programados. 

Na compra das flores estará sendo solidário

Buquê de rosas (Pixnio)

Ele pediu à população para enfeitar suas casas com elas, comprar para os ambientes de trabalho e órgãos públicos para decorar os locais, para dar de presente e espalhar esse movimento através das redes sociais. 

“Entre os produtores há muitos que sequer podem despachar as flores cultivadas, pois não tem para onde fazer isso. Não posso abandoná-los. Povo do meu país, agradeço se puder se solidário neste momento de ajuda mútua”, disse. 

Produtores de leite também amargam prejuízo

Ainda citou que os homens japoneses são tímidos e talvez possam sentir vergonha de retribuir o chocolate com flores, mas apelou para que o faça. 

Em relação à grande quantidade de leite que estava destinado à merenda escolar, mas com as escolas fechadas temporariamente, “quero administrar a diferença do leite cru que ao invés de chegar nas escolas será destinado ao processamento de manteiga e outros derivados”. Pensa em compensar esses produtores com a perda. 

Fontes: Nikkei e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Retirada do plano de frete gratuito da Rakuten para compra acima de ¥3.980

Publicado em 6 de março de 2020, em Economia

O grupo de lojistas contra chamado de Rakuten Union tem um adversário, a Associação dos Amigos Rakuten, a favor do frete gratuito. Veja como fica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placa da matriz da Rakuten (NHK)

A Rakuten Ichiba, gigante das vendas a varejo online, informou que o plano de remessa gratuita para compras acima de ¥3.980 que começaria com todos os lojistas em 18 deste mês foi retirado. 

Publicidade

Mas não totalmente. Informou na sexta-feira (6) que as lojas que puderem começar podem fazê-lo.

Essa é uma grande mudança para a empresa, a qual informou que foi por causa da disseminação do novo coronavírus.

A empresa fornecerá medidas para apoiar as lojas no caso de queda nos lucros devido ao sistema de frete gratuito. Também possibilitará aos usuários e clientes saber se a loja onde está interessado em fazer a compra participa ou não do frete gratuito.

Caso foi parar no tribunal 

Baseada na lei antitruste a Comissão de Comércio Justo colocou a Rakuten Ichiba no tribunal. A empresa declarou que vai tratar do processo com sinceridade, mas não vê ilegalidade nesse sistema.

Isso foi levantado por um grupo de lojistas contra esse tipo de serviço chamado de Rakuten Union. Esses lojistas se opuseram fortemente ao aumento dos custos de envio da mercadoria e anexaram um abaixo assinado solicitando uma investigação à Comissão de Comércio Justo em janeiro deste ano.

Por outro lado, apoio

Mas um outro grupo – Associação dos Lojistas Amigos da Rakuten – é a favor do frete gratuito para esse valor de compra. 

No entanto, esse presidente esteve em reunião com o CEO da Rakuten para explicar a situação atual, de falta de mão de obra por causa do novo coronavírus.

Por isso, embora seja favorável, pediu para esperar um pouco mais, além de 18 deste mês, porque as empresas de logísticas estão amargando esse problema de falta de pessoal.

Pelo visto essa situação ainda vai ter desdobramento. O consumidor precisa ficar atento.

Fontes: NHK e NNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância