Cruzeiro Diamond Princess deixa porto em Yokohama

Após quase dois meses de quarentena o cruzeiro que foi foco da Covid-19 partiu do porto em Yokohama. Em meados de maio, o navio deverá ser colocado em serviço novamente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Diamond Princess (ilustrativa/PM)

O Diamond Princess, navio de cruzeiro que foi foco de coronavírus, deixou um píer no porto de Yokohama (Kanagawa) na quarta-feira (25) após quase dois meses de quarentena.

Publicidade

Em meados de maio, o navio deverá ser colocado em serviço novamente, de acordo com uma unidade japonesa da Carnival Corp., a empresa de cruzeiros líder no mundo com sede em Miami, na Flórida, EUA.

A partida do Diamond Princess foi possível pela conclusão do trabalho de desinfecção e da emissão de um certificado de quarentena da Estação de Quarentena de Yokohama emitido no mesmo dia.

O cruzeiro com bandeira britânica chegou ao porto em 3 de fevereiro. De um total de 3.711 passageiros e tripulação, incluindo pessoas que desembarcaram do navio antes, 712 testaram positivo para o vírus e 10 morreram.

De acordo com a Carnival Japan Inc., após deixar o píer de Daikoku, o navio fará uma parada em um outro píer no porto para receber itens necessários a fim de retomar serviços de cruzeiro de luxo, como colchões, roupas de cama e outros acessórios, de uma fábrica da Mitsubishi Heavy Industries.

Fonte: Jiji

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Coronavírus: mais de 465 mil casos e 21 mil mortes no mundo

Publicado em 26 de março de 2020, em Notícias do Mundo

Os países com maior número de pessoas infectadas são China, seguida da Itália, Estados Unidos, Espanha, Alemanha e Irã.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Infográfico: News Digest

Na China, onde há o maior número de casos pela infecção do Covid-19, o número de recuperados também é alto. Até a manhã de quinta-feira (26), horário Japão, são 73.773 dos 81.285 casos, sendo que foram constatadas 3.287 mortes.

Publicidade

No entanto, na Espanha e na Itália o número de vítimas fatais ultrapassou o da China, com 3.647 e 7.503, respectivamente. O número de casos na Itália está próximo da China, com 74.386 pessoas infectadas. Em seguida os Estados Unidos com 65.778 e 49.515 na Espanha. Mais da metade dos casos do mundo são dos países europeus.

Países com maior número de casos, da China até Equador (News Digest)

No Brasil houve aumento também, passando da casa de 2 mil pessoas e 57 mortos. Os governadores de 26 estados se reuniram em videoconferência na quarta-feira (25), quando decidiram manter o isolamento social e pediram mais apoio do governo federal para aquisição de materiais e insumos médicos.

Há uma grave escassez de suprimentos médicos, como máscaras e equipamentos médicos e a Organização Mundial da Saúde já pediu aos países para tomarem medidas urgentes.

Para ver a disseminação do novo coronavírus pelo mundo toque aqui (pode ter uma pequena defasagem).

Tabela dos casos confirmados, mortes e pacientes recuperados (CNA)

Fontes: News Digest, NHK, CNA e Agência Brasil

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades