Japonês é preso por ferir colega com brincadeira de mau gosto

Logo depois de injetar ar no colega, usando um compressor, esse desmaiou e ele chamou pelo socorro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Político de Shizuoka vendeu máscaras em leilão online

Publicado em 9 de março de 2020, em Sociedade

A imprensa soube que um político, representante da Câmara da Província, vendeu grande quantidade de máscaras em leilão online.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Morota, representante da Câmara de Shizuoka (ANN)

Em meio às notícias sobre o novo coronavírus e com falta de produtos relacionados à prevenção, como máscaras, a reportagem da ANN levantou uma atitude de um representante da Câmara da Província de Shizuoka, na sexta-feira (6). 

Publicidade

O político Hiroyuki Morota, natural de Yaizu (Shizuoka), colocou à venda grande quantidade de máscaras em leilão online. 

A reportagem levantou que desde 5 do mês passado teria colocado por mais de 50 vezes à venda lotes de 2 mil unidades cada. Ele teria obtido de dezenas a centenas de milhar de ienes com isso.

Dentre eles teve lote com mais de 100 ofertas, fechado a 170 mil ienes. 

Segundo a ANN ele admitiu que fez as vendas. “As máscaras eram do estoque da empresa, mas no momento as vendas foram suspensas”, teria admitido.

8,8 milhões de ienes e pedido de desculpas

Para a NHK ele teria se explicado “eram da minha empresa de comércio exterior, adquiridas há anos e estavam no estoque. Não vejo problema em revendê-las”. 

Na coletiva de imprensa realizada na segunda-feira (9) ele admitiu e declarou “não obtive lucros irracionais, mas peço desculpas por ter sido mal interpretado”.

Informou que leiloou 89 lotes de 2 mil máscaras, dos quais levantou 8,88 milhões de ienes. “Adquiri esses lotes há anos e afirmo que não foram comprados este ano”, se justificou dizendo que as vendas foram realizadas entre 4 de fevereiro a 6 de março. 

Fontes: ANN, J-Cast e SATV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância