Papa Francisco defende união homoafetiva

A sua declaração repercutiu em todo mundo, inclusive no Japão, embora os católicos sejam minoria.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Papa Francisco (NHK)

O endosso feito pelo Papa Francisco foi divulgado em um documentário cuja estreia foi na quarta-feira (21), no Festival de Cinema de Roma. 

Publicidade

“Os homossexuais têm direito a ter uma família. Todos são filhos de Deus”, são palavras da declaração. Expressou seu apoio ao sistema que reconheça direitos legais à união homoafetiva, para que casais do mesmo sexo sejam legalmente protegidos.

O Papa Francisco, com 83 anos, fez essa declaração pela primeira vez desde que assumiu, em 2013.

Embora haja vozes acolhendo as declarações do Papa Francisco como um claro reconhecimento dos direitos dos homossexuais, foi apontado que os ensinamentos da própria Igreja não serão alterados, ganhando grande repercussão no mundo, principalmente na Europa, mas também no Japão.

Estima-se que o número de fiéis católicos no mundo seja de 1,3 bilhão de pessoas. 

Fontes: NHK e Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Carro foi parar dentro da loja de conveniência

Publicado em 23 de outubro de 2020, em Acidentes

Por erro de manobra da motorista, o sedan entrou todo dentro da loja de conveniência, derrubando caixa eletrônico e mobílias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Carro dentro da loja (Sankei)

Por volta das 15h40 de quinta-feira (22) um sedan entrou dentro da loja de conveniência da rede 7-Eleven, em Shinjuku 3 chome, Tóquio. É incomum ver clientes chegando de carro para fazer compra nesse local.

Publicidade

Embora o carro tenha causado muitos danos, com cacos de vidro espalhados e mobílias derrubadas na loja, ninguém se feriu. Estava sendo dirigido por uma idosa de 69 anos. Depois, soube-se que ela tinha saído do estacionamento de uma loja de móveis que fica do outro lado da rua. 

Contou para a polícia que confundiu o freio com acelerador. 

Segundo relatos de testemunhas o caixa eletrônico – ATM – foi derrubado e a equipe de segurança da empresa Alsok foi destacada para ir ao local. O guincho teve dificuldades para retirar o veículo por causa da situação.

Fontes: JNN, Smart Flash e Sankei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência