Cartão pré-pago para estrangeiros, com função pós-pagamento

Para resolver mais um problema enfrentado pelos residentes estrangeiros no Japão, foi criado um pré-pago para ser usado como um cartão de crédito.

À esq. modelo do cartão físico e à dir. o online, no app e informações sobre saldo (divulgação)

A empresa Yolo Japan informou sobre o lançamento de um cartão pré-pago, com função de pós-pagamento, para os residentes estrangeiros, a partir de sexta-feira (19). 

Publicidade

Essa empresa fornece suporte de vida para estrangeiros que vivem no Japão, com sites de informações sobre empregos, aluguel de imóveis, serviços de pesquisas multilíngues, vendas de cartões SIM, entre outros. Tem um banco de dados de 170 mil residentes estrangeiros, de 226 países. 

Pensando neles, criou o Yolo Card, o qual pode ser usado em todas as lojas e páginas de vendas online que aceitam a bandeira Visa. O inscrito poderá receber um cartão físico e também poderá usá-lo online, através de um app.

No mundo cada vez mais cashless o cartão pré-pago ajuda no cotidiano dos estrangeiros que vivem no Japão.

Para quem deseja usá-lo com cobrança para pagamento posterior deverá passar pela análise de crédito da empresa, junto com a empresa parceira Kipp Financial. 

Funciona quando precisa comprar algo e não saldo suficiente no cartão. Efetua a compra e paga o valor para a Yolo Card, até o final do mês seguinte, através de uma das lojas de conveniência. Pois nelas se pode fazer a carga do cartão também. São as das redes FamilyMart, Lawson, Ministop, Circle K Sunkus e Seicomart.

Não há necessidade de uma conta bancária japonesa, pois se pode fazer a carga ou o pagamento posterior, através do app ou loja de conveniência. Até mesmo estrangeiros que acabam de chegar no Japão e não têm uma conta bancária podem se inscrever. Basta ter idade acima de 18 anos.

Todas as transações podem ser conferidas pelo aplicativo.

A inscrição pode ser feita online, com tradução em português (toque aqui para abrir a página).

Fonte: divulgação

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Sono regular para uma vida mais saudável

Publicado em 19 de março de 2021, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

O tempo médio de sono do povo japonês vem diminuindo pelo 5.º ano consecutivo, chegando a 6,2 horas. Além disso, baixo índice de satisfação.

Mulher com despertador na mão (PxHere)

O Dia Mundial do Sono, marcada no calendário em 19 de março, foi uma data proposta pela World Sleep Society desde 2008. As pessoas do Planeta repensam sobre a qualidade e o tempo de sono, pois estão ligados diretamente à vida mais saudável.

Publicidade

O slogan deste ano é “sono regular, futuro saudável”, lembrado por entidades do mundo todo. 

A Philips Japan realizou uma pesquisa sobre o sono em 13 países do mundo e entrevistou 13 mil pessoas. Elas apontaram que a pandemia afetou negativamente a vida causando estresse, abalo da saúde mental, impacto na saúde física e também na qualidade do sono (20%).

Em comparação a outros países onde foi feita a pesquisa, concluiu-se que o povo japonês dorme em média 6,2 horas por dia durante os dias úteis e 6,7 nos fins de semana; enquanto na China essas médias são de 7,2 e 8h, respectivamente.

Os países com maior índice de satisfação em relação ao sono são Índia (67%), China (57%) e Holanda (55%). O Japão teve uma média de 29% enquanto o Brasil de 46%.

Doenças pelo mau sono

Um terço da vida do ser humano é passado sobre a cama para uma noite repousante. Ou, assim deveria ser.

Estudos mostraram que reduzir o tempo de sono pode causar doenças psicológicas, como depressão, e aumentar o risco de doenças relacionadas ao estilo de vida, como diabetes e outras mais. 

Hábitos para dormir bem

A Associação Brasileira do Sono faz recomendações para dormir bem, pois é preciso criar bons hábitos e fazer deles uma rotina.

  1. Ir para cama com sono;
  2. Manter uma rotina regular no horário de deitar e levantar. Manter o quarto escuro e silencioso à noite;
  3. Caso haja necessidade de levantar durante a noite, procure usar lâmpadas adequadas evitando luz branca ou azul;
  4. Manter a temperatura do quarto confortável para iniciar e manter o sono;
  5. Evitar o uso de medicações para o sono sem prescrição médica, incluindo melatonina;
  6. Evitar assistir TV, usar smartphones, ler e-mails e outras atividades estimulantes;
  7. Evitar alimentação pesada, bebida alcoólica e alimentos ou bebidas que contenham cafeína próximo do horário de dormir;
  8. Praticar exercícios físicos regularmente evitando os mesmos próximo do horário de deitar;
  9. Evitar tabagismo.      

Bom sono!

Fontes: OVO, Fundasono, Philips e Koala Japan

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!