Pico da colheita das mangas em Ogaki

Ogaki poderá se tornar um ícone de produção de manga na província de Gifu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Manga madura (Gifu Channel)

Começou a colheita de uma fruta tropical e aromática, em uma propriedade agrícola situada na cidade de Ogaki (Gifu).

Publicidade

O terreno tem cerca de 10 ares (0,1 hectare), usado para o plantio de 100 pés de manga da variedade Irwin, desenvolvida no sul da Flórida, EUA. Mas, essa variedade foi cultivada pela primeira vez em Taiwan, em 1962.

Essa foi uma iniciativa da Kyowa Construction, com sede na cidade de Kakamigahara (Gifu), para revitalizar as terras agrícolas, há 3 anos.

Segundo Hiroshi Takano, responsável pelo cultivo, embora a colheita tenha se limitado a cerca de 200 unidades, menos do que em 2020 devido à influência de pragas, cada fruta é grande e o teor de açúcar é de 15 graus ou mais, portanto muito doce.

Afirmou que continuará com a produção para que seja conhecida como a manga de Ogaki ou de Gifu.

Representante da construtora que cuida das mangas (Gifu Channel)

Fonte: Gifu Channel

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Prefeito de Nagoia quer ajudar o atleta ugandense que fugiu

Publicado em 20 de julho de 2021, em Sociedade

Se ele fugiu do pré-acampamento, para Nagoia, porque ‘quer trabalhar no Japão’, o prefeito quer ajudá-lo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Atleta olímpico postou essa foto no Instagram 2 dias antes da fuga

Na segunda-feira (19) o prefeito Takashi Kawamura, da cidade de Nagoia (Aichi), se manifestou sobre o atleta olímpico de Uganda, Julius Ssekitoleko, 20 anos, o qual tomou o shinkansen e desceu na cidade.

Publicidade

“Disse que quer trabalhar. Se me telefonar, posso lhe ajudar”, declarou o prefeito, na esperança que sua voz chegue até ele.

“I can help (posso ajudar). Todo ser humano tem coração, por isso não vamos dizer ‘não é possível que tenha fugido’”, afirmou Kawamura.

No entanto, enfatizou que para que possa trabalhar é preciso passar pelos procedimentos legais.

O professor Atsushi Kondo, da Faculdade de Direito da Universidade de Meijo, que está familiarizado com o emprego de estrangeiros, afirmou que “é necessário determinar cuidadosamente se é possível mudar para um status de residência que permita o emprego. Também existe a preocupação de que outros atletas façam o mesmo após essa declaração do prefeito”.  

Fontes: Chunichi e Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência