Japão se tornará o 3º maior doador de vacinas contra Covid-19 do mundo

Doses produzidas nacionalmente da vacina da AstraZeneca vêm sendo doadas pelo Japão a outros países e regiões que precisam delas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Japãp vem doando vacinas da AstraZeneca produzidas nacionalmente (banco de imagens)

O Japão se tornará o 3º maior fornecedor de doses de vacina contra Covid-19, com doações para 20 países e regiões devendo chegar a 30 milhões após um próximo envio planejado a Taiwan, disse o ministro de relações exteriores nesta terça-feira (26).

Doses produzidas nacionalmente da vacina da AstraZeneca vêm sendo doadas pelo Japão a outros países e regiões que precisam delas. Um adicional de 300 mil doses devem ser entregues a Taiwan na quarta-feira (27), totalizando 4,2 milhões.

O Vietnã e a Indonésia, que têm relações próximas com o Japão, também estão entre os beneficiários, cada um tendo recebido 4 milhões de doses.

O ex-primeiro-ministro Yoshihide Suga prometeu em junho doar 30 milhões de doses. O Japão tem visto seus casos diários confirmados de Covid-19 diminuírem de forma acentuada em conjunto com altas taxas de vacinação.

“Esperamos que o fornecimento de vacinas do Japão ajude a prevenir mais propagação de infecções por coronavírus”, disse o Ministro de Relações Exteriores Toshimitsu Motegi em uma coletiva de imprensa.

Com acesso igualitário a vacinas contra Covid-19 sendo um desafio, nações desenvolvidas com amplos fornecimentos estão oferecendo doses a outros países. Os EUA e a China vêm reforçando tal diplomacia de vacinas.

Fonte: News and Culture

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Novos lockdowns na China com propagação da Covid-19 para 11 províncias

Publicado em 26 de outubro de 2021, em Ásia

A rápida propagação ocorre apesar de 75% da população da China, ou mais de 1 bilhão de pessoas, estar completamente vacinada.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Passageira subindo no ônibus em Huzhou, na China (ilustrativa/banco de imagens)

Autoridades na China estão reimpondo lockdowns e outras medidas de emergência para reduzir a propagação do coronavírus, com oficiais da saúde alertando sobre um agravamento do surto após o país ter registrado mais de 100 casos em 11 províncias na semana passada.

“Desde 17 de outubro houve vários surtos locais distribuídos na China, e eles estão expandindo rapidamente”, disse Mi Feng, porta-voz da Comissão Nacional de Saúde (NHC) em uma coletiva de imprensa no domingo (24). “Há risco aumentado de que o surto se espalhe ainda mais”.

A rápida propagação ocorre apesar de 75% da população da China – ou mais de 1 bilhão de pessoas – estar completamente vacinada, de acordo com Mi.

O número do mais recente surto da China é pequeno em comparação àquele em alguns países, incluindo Singapura e Reino Unido. Mas o âmbito de sua propagação tem preocupado o governo chinês, que insiste em uma política rigorosa de Covid-zero.

O surto foi detectado pela primeira vez em 16 de outubro em um grupo de excursão de idosos completamente vacinados de Xangai que viajou por várias regiões no norte. Dentre as 133 infecções reportadas desde domingo, 106 estavam ligadas a 13 grupos de excursão, de acordo com Mi.

Infecções têm sido reportadas em cerca de um terço das províncias e regiões do país, com todas as áreas de médio e alto risco centradas na Mogólia Interior, Gansu, Ningxa, Ghizhou e Pequim. Autoridades proibiram agências de viagem de organizar tours nessas regiões.

Uma propagação do surto de Covid-19 em Pequim seria a última coisa que líderes chineses querem ver, visto que a cidade se prepara para os Jogos de Inverno em fevereiro de 2022.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades