Rede Skylark abandonará uso de talheres de plástico

A Skylark planeja começar a implementar talheres de madeira gradualmente para refeições takeout e entrega a partir de janeiro.

Operadora da Gusto e Jonathan’s deixará de usar talheres de plástico (NHK)

A maior rede de restaurantes da família, a Skylark Holdings, disse que planeja parar de oferecer talheres de plástico a partir do ano que vem como parte de um esforço para se tornar mais sustentável.

Publicidade

A operadora das marcas incluindo Gusto e Jonathan’s tem mais de 3 mil estabelecimentos a nível nacional. Ela diz que planeja começar a implementar talheres de madeira gradualmente para refeições takeout e para entrega a partir de janeiro.

Segundo a Skylark, só essa mudança cortará o uso de plástico no próximo ano em 86 toneladas dos níveis de 2020.

Os executivos da rede dizem que eles também poderão mudar para embalagens de papel para takeout.

A meta é reduzir à metade a quantidade de plástico usado até o ano 2026, comparado com o nível de 2020.

A decisão pode ser motivada em parte por uma nova lei que visa grandes usuários de itens de plástico. A lei promulgada em junho exige que as empresas elaborem maneiras para redução.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

O pior da crise da Covid-19 já passou para a indústria de companhias aéreas

Publicado em 6 de outubro de 2021, em Notícias do Mundo

O chefe da IATA pede por regras de viagem mais simples e menos restrições de fronteiras para ajudar o setor a se recuperar.

Passageiros na fila do check in em aeroporto (banco de imagens)

A Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA) disse que a pior fase para a indústria de companhias aéreas  passou, mas pediu aos governos que simplifiquem regras de viagem e abram fronteiras para ajudar o setor da aviação a operar dentro do que é atualmente a fase “endêmica” do vírus.

Publicidade

Os prejuízos totais da indústria devem cair para US$11,6 bilhões em 2022, de acordo com as previsões mais recentes, o que significaria uma perda líquida de mais de US$200 bilhões em 3 anos como resultado da Covid-19.

O diretor-geral da IATA, Willie Walsh, disse: “passamos o ponto mais profundo da crise. Enquanto questões graves continuem, o caminho da recuperação está começando a aparecer”.

Walsh pediu por harmonização das restrições de viagem. Tendo em conta dados melhorados, conhecimento, vacinas e testes, ele disse: “a ideia de que medidas que colocamos em vigor em fevereiro de 2020 são relevantes hoje é sem sentido”.

“Restrições de viagem são uma rede de regras complexas e confusas com pouca consistência entre elas. E há pouca evidência para sustentar as contínuas restrições de fronteiras e caos econômico que elas criaram”, continuou ele.

“Onde pessoas estão completamente vacinadas, elas deveriam ter permissão para viajar sem restrição ou teste”.

Fonte: The Guardian

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros