Vietnã: donos desolados após seus 12 cães terem sido mortos por causa da Covid

Publicado em 14 de outubro de 2021, em Ásia

Doze cães foram mortos porque seus donos testaram positivo para Covid-19. Autoridades temiam que os animais pudessem espalhar o vírus.

Ilustrativa (banco de imagens)

Com o aumento dos casos de Covid-19, um casal no Vietnã deixou a província de Long An em uma moto junto com todos os seus cães.

Publicidade

Eles, posteriormente, testaram positivo para Covid-19. De suas camas no hospital, eles descobriram que 12 de seus cães de estimação haviam sido mortos pelas autoridades por temores de que os animais pudessem espalhar o vírus.

“Minha esposa e eu choramos muito que não conseguimos dormir”, disse o pedreiro Pham Minh Hung, de 49 anos, à rede BBC.

A história do casal, documentada no app de mídia social TikTok, causou repercussão no Vietnã, e uma petição pedindo pelo fim da prática reuniu mais de 150 mil assinaturas.

A mais recente onda de Covid-19 no Vietnã tem sido a pior a atingir o país desde o início da pandemia.

Um lockdown rigoroso nos meses recentes significou que muitos trabalhadores migrantes não puderam se sustentar, levando pelo menos um milhão de pessoas a fugirem das grandes cidades.

Pham Minh Hung e Nguyen Thi Chi Em, de 35 anos, estavam entre eles.

A jornada

Em 8 de outubro, eles embarcaram em uma jornada de 280Km junto com seus cães e três parentes, que também trouxeram seus 4 animais de estimação.

O casal seguia para Khan Hung na província de Ca Mau, lar de um familiar, visto que os casos de Covid-19 lá não estavam tão altos.

Eles postavam vídeos de suas jornadas, mostrando suas motos e seus cães e pertences empilhados. Eles se tornaram populares entre muitos usuários da mídia social que os saudavam e os desejavam boa viagem.

O casal começou com 15 cães, mas como a viagem continuava, eles deixaram dois com um voluntário após entrarem na província de Ca Mau, enquanto outro morreu. O restante continuou.

Contudo, o casal e seus três parentes testaram positivo para Covid-19 após chegarem a Khanh Hung. É obrigatório para qualquer um viajando entre províncias serem submetidos a teste. Eles foram transferidos para um hospital e os animais deixados em um centro de quarentena.

Mas autoridades locais mataram os 12 cães do casal e os pets de seus parentes sem informá-los, disse a mídia estatal. O artigo foi removido posteriormente.

Não ficou claro como os animais foram mortos. O jornal policial oficial tinha uma imagem indicando que eles haviam sido queimados.

“O controle de doenças deve ser priorizado e a decisão de matar os animais imediatamente foi uma medida necessária de prevenção”, disse o oficial local Tran Tan Cong durante uma coletiva de imprensa no domingo (10).

Mentalidade de guerra

A decisão das autoridades de abater os pets não foi inesperada, disse a observadora Le Anh.

“O governo vietnamita vem colocando prioridade máxima na luta contra o coronavírus. Há um slogan ‘combater essa pandemia é como lutar contra o inimigo’. Isso significa que o país está em guerra e você não pode esperar um comportamento racional e humano durante uma guerra”.

Pham está determinado a responsabilizar as autoridades. “Criei meus filhos por 6 anos, definitivamente quero justiça para meus filhos”, disse ele do hospital.

Fonte: BBC

Palavras-chave neste artigo

Vamos Comentar?

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken