Japão: fronteiras fechadas para estrangeiros que vêm ao país pela primeira vez

A medida é preventiva, por causa da nova variante ômicron, anunciada para começar na terça-feira. Um passageiro da Namíbia testou positivo mas ainda não se sabe se é da cepa mutante.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Primeiro-ministro em coletiva de imprensa na segunda-feira (NHK)

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, anunciou no começo da tarde de segunda-feira (29), sobre a nova medida nas fronteiras, em resposta à nova variante do coronavírus, ômicron, descoberta na África do Sul. 

Publicidade

A partir da 0h de terça-feira (30) estão suspensas as entradas de estrangeiros de todos os países do mundo, mesmo a negócios, se for shinki nyukoku  (新規入国) ou entrada pela primeira vez ou visto recém-concedido.

Ele considerou que a nova variante ômicron está espalhando pela Europa, como Reino Unido e Alemanha, por isso, quer evitar que entre no Japão. 

Desde sábado (27), o Japão tem fortalecido as medidas de fronteira em relação a 9 países, incluindo a África do Sul, onde os japoneses retornados precisam cumprir quarentena de 10 dias em uma instalação de acomodação designada nacionalmente. Outros países alvos são Zimbabwe, Namíbia, Lesoto, Eswatini, Botswana, Zâmbia, Malawi e Moçambique.

Kishida disse: “Estamos enfrentando um forte sentimento de crise em relação à variante ômicron“. Embora o Japão tenha começado a abrandar as medidas restritivas desde o dia 8 deste mês, essa nova cepa faz com que seja obrigado a mudar as diretrizes.

No sábado (27) Israel tomou uma medida mais radical, com a decisão de não permitir a entrada de todos os estrangeiros por 2 semanas. Há movimentos generalizados para fortalecer as medidas de fronteira em todo o mundo.

Na segunda-feira (29), o MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar informou que uma pessoa vinda da Namíbia testou positivo para o novo coronavírus, no domingo, e está com febre. Não disse se é estrangeiro ou japonês que retornou ao país, apenas que está sendo tratado. O Instituto de Doenças Infecciosas está analisando se o vírus é da cepa ômicron.

IMPORTANTE:

Japão: o que muda nos aeroportos para passageiros com re-entry e vacinados

Fontes: NHK, Asahi e NNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Nissan tornará 50% de suas vendas globais de carros em elétricos e híbridos até 2030

Publicado em 29 de novembro de 2021, em Notícias do Mundo

A montadora investirá 30% a mais em veículos elétricos e renovações de fábricas ao longo da próxima década.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um Leaf da Nissan na Romênia, 2021 (banco de imagens)

A Nissan visa fazer com que modelos elétricos (VEs) e híbridos contem por cerca da metade de suas vendas globais de automóveis em 2030, soube o jornal Nikkei, com a montadora japonesa determinada a aumentar investimento na tecnologia em mais de 30% ao longo da próxima década.

Publicidade

A Nissan tem a perspectiva de que seus veículos elétricos cheguem a 50% de suas vendas na China e 80% na Europa até o fim da década. A ação ocorre quando rivais globais como a Volkswagen AG da Alemanha se apressam para investir em desenvolvimento de VEs.

Embora a Nissan tenha sido pioneira em VEs, suas vendas dos veículos são modestas comparadas com companhias como a Tesla. A montadora japonesa visa acelerar suas vendas de veículos ecologicamente corretos ao expandir investimento.

A única planta da Nissan na Europa, no Reino Unido, será convertida para se especializar em VEs e carros híbridos.

A Nissan planeja lançar mais 10 modelos VEs até o ano fiscal de 2026, acrescentando a sua linha que inclui o Leaf.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência