Mais veículos elétricos chegarão ao mercado japonês

No ano que vem, as fabricantes japonesas Toyota e Subaru começarão pela primeira vez a produzir VEs em massa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Na imagem o VE Solterra da Subaru (NHK)

Mais montadoras nacionais e internacionais devem lançar carros completamente elétricos (VEs) no Japão em meio ao crescente estímulo global por esse tipo de veículo.

As fabricantes japonesas Toyota e Subaru começarão pela primeira vez a produzir em massa VEs por volta de meados do próximo ano.

A Nissan planeja introduzir um novo modelo neste inverno que será oferecido junto com seu emblemático Leaf.

A Volvo da Suécia lançará um serviço de assinatura no Japão para um número limitado de unidades. A empresa espera atrair aqueles que ainda estão na dúvida sobre partir para um elétrico.

A montadora sueca também planeja começar a vender VEs no Japão pela primeira vez em janeiro. A montadora quer que sua linha global seja elétrica até 2030.

Veículos completamente elétricos ainda não são muito procurados no Japão. Eles contam por menos de 1% dos carros novos vendidos no país.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Pandemia ainda está impedindo aumentos de salário no Japão

Publicado em 22 de novembro de 2021, em Sociedade

A pandemia de Covid-19 continua a impedir aumentos salariais para trabalhadores nos setores mais afetados no Japão, segundo o ministério

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Homen segurando notas de ienes (banco de imagens)

Uma pesquisa do Ministério do Trabalho do Japão mostra que a pandemia de coronavírus continua a impedir aumentos salariais para trabalhadores nos setores mais afetados.

Entre as companhias que responderam, 80,7% disseram que haviam aumentado, ou estavam planejando aumentar, salários neste ano. Isso representa queda de 0.8 ponto em comparação ao ano anterior, marcando o segundo ano consecutivo de declínio. Isso se compara com mais de 90% em 2019, antes da pandemia.

A pesquisa com cerca de 1,7 mil empresas  foi conduzida em julho em agosto, visando companhias com pelo menos 100 funcionários.

Aumentos salariais foram mais comuns nos setores de pesquisa e serviço técnico, incluindo consultorias, com cerca de 94% das empresas respondendo de forma positiva.

Os setores imobiliário e de aluguel de produtos seguiram com mais de 93%. Dentre as fabricantes, quase 91% ofereceram ou planejaram oferecer aumentos salariais.

Salários mais altos provavelmente seriam menos prováveis nos serviços de acomodação e restaurantes a 56%. A proporção entre companhias nos serviços de transportes, incluindo ônibus, empresas de táxi e serviços de entrega foi de 64%.

Funcionários do ministério estão observando as disparidades salariais e se aumentos se propagarão para outros setores.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades