Europa em alerta contra a variante ômicron

Aumento das infecções por coronavírus na Europa e a maioria é pela variante ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Casal de máscara caminhando nas ruas de Reims, na França (banco de imagens)

Países europeus estão intensificando medidas anticoronavírus face a um aumento de infecções, a maioria causada pela variante ômicron.

Publicidade

Até agora, a Alemanha confirmou mais de 100 casos de ômicron. O chanceler Olaf Scholz anunciou na terça-feira (21) que todos os eventos de grande escala, incluindo jogos de futebol, devem ser realizados sem a presença física de espectadores. Ele também limitou reuniões particulares a 10 pessoas.

Na França, mais de 70 mil novos casos foram confirmados na terça-feira. Autoridades acreditam que em Paris um em cada três ocorrências seja pela variante ômicron.

Alguns outros países estão endurecendo medidas de quarentena. A Itália e a Grécia estão exigindo que todos aqueles chegando de parte da UE apresentem prova de um teste negativo, sendo vacinados ou não.

Certos países também cancelaram eventos de fim de ano.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Sexta semana consecutiva na queda de preço da gasolina

Publicado em 22 de dezembro de 2021, em Sociedade

Ainda assim esse combustível continua caro, bem como o querosene, muito utilizado nos aquecedores doméstico e das estufas da hortifruticultura.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem de um posto de abastecimento ‘self’ (Wikimedia)

A Agência de Recursos Naturais e Energia anunciou na quarta-feira (22) que o preço de varejo da gasolina comum – média nacional, a partir do dia 20 – é de 165,1 ienes por litro. Ou seja, houve uma redução de 0,8 iene ou 0,5% em relação à semana anterior. 

Publicidade

A queda de preço é o nível mais baixo em dois meses durante seis semanas consecutivas. O preço de venda livre – média nacional – do querosene foi de 106,4 ienes, ou 0,5% mais baixo do que na semana anterior e caiu pela terceira semana consecutiva. 

A disseminação da nova variante do coronavírus, a ômicron, teve um efeito cascata sobre os preços do petróleo bruto.

Por província, além de Saitama e Iwate, o preço médio de Yamaguchi e Akita atingiu o nível de 150 ienes por litro. Um homem na casa dos 40 anos, que estava abastecendo em Sumida-ku, Tóquio, disse: “Sinto uma ligeira queda no preço em comparação da outra vez”.

Porém, o nível atual de gasolina é 20% superior ao do mesmo período do ano anterior e o do querosene é 30% mais caro. A gasolina e o querosene são cerca de 10 a 20% mais elevados do que em 2019, ano antes da pandemia do novo coronavírus. 

Para o feriado de fim e começo de ano, a carga sobre as famílias provavelmente será maior do que o normal.

Fontes: ANN e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância